Procuradoria vai recorrer de decisão do TJ sobre ICMS

0

A decisão do Tribunal de Justiça do Estado, através do desembargador Gilson Góes Soares, que declarou inconstitucional o reajuste em 2% sobre a alíquota do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços – ICMS – sobre uma série de produtos, vai ser contestada pela Procuradoria Geral do Estado de Sergipe. Os recursos obtidos através da taxação seriam destinados a um fundo de combate à pobreza.

 

O parecer do TJ foi emitido após uma empresa de serviços de televisão por assinatura entrar com um mandado de segurança contra a cobrança. Para a procuradora-chefe de assessoria da PGE, Thäis Maia de Britto, o ato não é inconstitucional, pois a própria constituição federal diz que compete ao Estado legislar concorrentemente as situações quando a União se abstiver, ou quando não houver legislação federal. Dentre as funções, o Estado poderia legislar o ato.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais