Professores continuam com a greve

0

A greve dos professores entra hoje em seu nono dia, apesar da ameaça do governo de cortar o ponto dos que não comparecem à sala de aula. Ontem, em nova assembléia geral, os professores ficaram desapontados porque, até o momento, não houve nenhuma proposta do governo com relação à política salarial do magistério. Os professores exigem um mínimo de R$ 315,00, mas o governo até agora não acenou com um tostão a mais do que os R$ 190,00 que recebem hoje. A situação vai ficando cada vez mais radicalizada: os professores não suportam ver a indiferença do governo no que se refere ao piso salarial e o governo espera vencer a categoria com ameaça e com a passagem do tempo. No Palácio de Despachos a informação é de que o Governador João Alves Filho não pretende oferecer um mísero centavo aos salários atuais em virtude da complicada vida do tesouro sergipano.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais