Professores na Assembléia

0

Essa greve dos professores ainda vai dar muito pano para as mangas. Por conta do corte do ponto dos integrantes do magistério, a sessão de ontem da Assembléia Legislativa praticamente pegou fogo. Os deputados Francisco Gualberto e Augusto Bezerra quase rasgam o código de boa conduta, por conta de posições diferentes – e ambos intransigentes. Tudo começou com o deputado Gilmar Carvalho destacou a posição dúbia do pastor Antônio dos Santos que defende os professores na Comissão de Educação da Assembléia mas é obrigado a defender o Governo por pertence a partido da base aliada. O deputado Antônio dos Santos disse ter demonstrado estar ao lado do magistério e estar fazendo o possível para fazer com que o secretário Gilmar Mendes recue no corte dos pontos dos professores. Diz não temer uma reação dos professores evangélicos porque a sua posição é clara. Francisco Gualberto garantiu que quem mandou cortar o ponto não foi o secretário, mas o próprio governador do Estado.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais