Projeto de Lei de Breno Garibalde é aprovado em primeira discussão

0
(Foto: Divulgação)

Na sessão parlamentar da última quarta-feira (01), foi aprovado em primeira discussão, o Projeto de Lei nº 18/2021, de autoria do vereador Breno Garibalde, que permite a criação de parklets em Aracaju. Os parklets são mobiliários urbanos que funcionam como uma extensão da calçada e ajudam a deixar a cidade mais agradável, ampliam a capacidade de uso público dos espaços, e também ajudam a aumentar a rentabilidade dos estabelecimentos comerciais. O projeto agora segue para segunda e terceira votação, e redação final.

“Estou bem confiante e animado, já que é uma ideia muito positiva para a cidade, que beneficia os comerciantes e não onera o poder executivo.  Não podemos esquecer que a cidade é das pessoas e deve ser pensada para elas. Precisamos viver e ocupar o espaço público”, destaca Breno.

A ideia dos parklets surgiu em 2005 na Califórnia e uma pesquisa feita nos Estados Unidos mostrou que os comércios que criaram os parklets em frente ao seu estabelecimento, tiveram um de quase 15% no consumo. No Brasil, a lei já existe em diversas capitais do país, como Salvador, Belo Horizonte, Maceió, João Pessoa, Recife, Curitiba e São Paulo.

Ela funciona da seguinte forma: os estabelecimentos que tiverem, em frente ao seu comércio, vagas de estacionamento, podem utilizar até duas delas para a instalação dos mobiliários. A implantação e manutenção dos mesmos fica a cargo do próprio estabelecimento, seguindo os parâmetros da lei. Os parklets podem conter jardins, mesas, floreiras, paraciclos, e por aí vai.

“Em meio à correria do dia-a-dia, a gente esquece de parar por um minuto para observar e curtir a cidade. Esses mobiliários surgem com o propósito de lembrar que a cidade é nossa, não só dos automóveis, e que é possível aproveitar cada canto dela”, afirma o parlamentar.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais