Projeto do governo estadual promove ação contra exploração sexual

0

O Governo do Estado através da Secretaria de Estado do Combate à Pobreza, da Assistência Social e do Trabalho, em parceria com as Secretarias de Turismo e Saúde implantou o “Projeto Libertar” com o intuito de combate ao abuso e à exploração sexual.

A proposta inicial do Projeto era desenvolver ações nos quatro municípios que compõem a Grande Aracaju: Nossa Senhora do Socorro, São Cristóvão, Barra dos Coqueiros e Aracaju.  Em sua segunda etapa, as ações estão sendo levadas também aos municípios onde já ocorreram denúncias de abuso e exploração sexual como, Itaporanga, Poço Redondo, Gararu, Santa Rosa de Lima, Carmópolis, Capela, Cristinápolis, Indiaroba, Ribeirópolis, Lagarto e Boquim.

De acordo com a coordenadora do Projeto, Simone Valadares, desde que o Libertar foi implantado no Estado já foram registrados 62 casos de exploração e abuso sexual, sendo 59 em meninas e três em meninos. Ele explica que o projeto articula uma rede de atendimento à criança e ao adolescente vítima de abuso e de exploração sexual, promovendo assistência social, médica e psicológica para melhor acompanhar a vítima e sua família. 

“Para que haja uma mudança efetiva no quadro atual é necessário que a sociedade se engaje na campanha do Projeto Libertar juntamente aos donos de hotéis e pousadas, bares, restaurantes e outros segmentos, no sentido de combater a exploração e o abuso sexual”, diz a senadora Maria do Carmo Alves, idealizadora do projeto.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais