Projeto Quinta Juriscultural será lançado nesta quinta, 29

0
Nesta primeira edição do Projeto “Quinta Juriscultural” será realizada a exposição do artista plástico Adauto Machado. (Foto: Ascom/TJSE)

O Presidente do Poder Judiciário de Sergipe, Desembargador Edson Ulisses de Melo, lançará virtualmente nesta quinta-feira, 29, às 17 horas, no Memorial do Poder Judiciário, o Projeto “Quinta Juriscultural”, com transmissão ao vivo pelo canal oficial do YouTube TJSE Eventos.

Segundo Edson Ulisses de Melo, o Projeto “Quinta Juriscultural” acontecerá sempre nas últimas quintas-feiras do mês, no Memorial do Poder Judiciário, e visa valorizar e levar ao público todas as expressões artísticas e culturais do Estado de Sergipe, nas suas mais variadas formas, tais como música, artes plásticas, literatura, dança, fotografia, artesanato, folclore e tantas outras.

Nesta primeira edição do Projeto “Quinta Juriscultural” será realizada a exposição do artista plástico Adauto Machado, sobre o tema “Fragmentos da Cidade”, que traz obras do artista com o impressionismo das marinhas com o pôr do sol, arquitetura urbana e recortes sociorreligiosos da festa de Bom Jesus dos Navegantes, na chamada Ponte do Imperador, em Aracaju. Além disso, a apresentação do Grupo musical “Brasileiríssimo” e recital poético da obra do poeta Hunald de Alencar, com a interpretação do poeta Ronaldson Sousa.

Ainda durante a solenidade será lançado o Portal da Memória do Judiciário de Sergipe, que está disponibilizado no site do Tribunal de Justiça de Sergipe. Trata-se de uma página específica relacionada à temática da memória judiciária, e é constituído pelos acervos do Arquivo do Judiciário, da Biblioteca e do próprio Memorial.

No ambiente virtual do novo Portal, o cidadão terá acesso a várias informações institucionais sobre o Memorial, acervo documental, legislações, exposições, publicações, notícias e links especiais que propiciam um verdadeiro passeio pelos museus sergipanos e nacionais, memoriais e museus de diversos Tribunais de Justiça do Brasil. Além disso, poderá, também, solicitar e registrar o agendamento para visita presencial, seja individual ou coletiva. O objetivo é tornar mais acessível e difundir amplamente o patrimônio cultural e promover maior interação da sociedade com a memória e a história do Judiciário sergipano.

Fonte: TJSE

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais