Prossegue greve na Segrase

0

Prossegue a greve na Segrase. Os servidores de Serviços Gráficos de Sergipe fincaram pé num movimento grevista, contra a extinção da empresa. Os servidores dizem que não conseguem entender a lógica do Governo, ao querer transformar a empresa numa autarquia, vinculada a Secretaria de Governo.

 

O Governo alega que pretende economizar no pagamento dos impostos, mas os servidores dizem que estes pagamentos representam apenas R$ 15 mil por mês, enquanto o projeto do Governo cria um Conselho – que custa atualmente 3,5 mil ao mês – que custará R$ 18 mil, além de não ter participação dos servidores.

 

Os servidores dizem que o Governo do Estado, pelas várias Secretarias, deve à Segrase algo em torno de R$ 2 milhões ao mês, enquanto o órgão imprime gratuitamente o próprio Diário Oficial, além do Diário da Justiça.

 

Por Ivan Valença

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais