Protegendo o seu bolso contra os raios

0

O coordenador do Centro Estadual de Meteorologia, da Secretaria Estadual de Planejamento e Tecnologia (Seplantec), Overlan Costa, preparou o sergipano para mais uma enxurrada que pode estar se dirigindo para o Estado. Costa informou que desta vez, o volume de água despejada pode ser muito maior (estima-se que o índice pluviométrico atinja 22 mm3), com raios e trovoadas.

 

Esse é um dos perigos das chuvas, pelo menos para quem possui aparelhamento eletrônico em casa. Então, como fazer para proteger estes aparelhos? De acordo com informações da Defesa Civil, o mais importante é ter em casa um pára-raios instalado: um raio que caia sobre uma antena ou sobre um poste de energia elétrica pode causar a queima de equipamentos domésticos.

 

Para proteger seu bolso, e sua vida, siga as dicas abaixo:

 

 

Para proteger seu equipamento

 

– Não utilize aparelhos eletrodomésticos durante uma tempestade a menos que seja imprescindível;

 

– Desconecte das tomadas todos os equipamentos fora de uso;

 

– Retire a antena externa de televisores ou rádios (ou de qualquer outro equipamento que esteja conectado a este tipo de antena);

 

– Telefone somente em caso de emergência: os raios podem ser transmitidos pela fiação. Por precaução, desconecte, também, o telefone da tomada.

 

Fonte: Defesa Civil

 

Para se proteger

 

– Caso seus cabelos se arrepiem e a pele comece a formigar, pode ser sinal de que está sendo atingido por uma carga elétrica. Caso isso aconteça durante uma tempestade, jogue-se ao chão;

 

– A maior parte das tempestades ocorre no começo e no fim da tarde. Neste espaço de tempo, evite atividades ao ar livre ou tenha um plano de fuga. Afaste-se de cumes de montanhas, árvores e lugares muito altos;

 

– Mantenha-se longe de janelas abertas, gradis, praias, piscinas, tendas e barracas com armações metálicas e cercas de arame;

 

– Evite atravessar rios ou praticar esportes aquáticos em tempestades (ou ao mínimo sinal delas). As canoas e barcos são alvos em potencial;

 

– Afaste-se de árvores, troncos e raízes;

 

– Se estiver em céu aberto, faça uma “bola corporal”: acocore-se e mantenha-se o mais junto possível aos pés, sem tocar com as mãos no chão.

 

Fonte: Defesa Civil 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais