Quadrilha de assaltos a bancos é desarticulada em SE

0
Trio realizou vários assaltos no Estado (Fotos: Portal Infonet)

O Centro de Operações Policiais Especiais (Cope) apresentou na manhã desta sexta-feira, 17, três homens, integrantes de uma quadrilha, presos no município de Areia Branca durante abordagem da Polícia Rodoviária Federal (PRF). Com os acusados foram apreendidos vários materiais utilizados em assaltos a agências do Banco do Brasil.

A prisão dos acusados aconteceu na BR-235 no município de Areia Branca quando a PRF realiza fiscalização rotineira. A placa do estado da Bahia chamou a atenção dos policiais. “A prisão aconteceu durante  revista rotineira da polícia. No interior do veículo foram encontrados materiais, a exemplo de maçarico, que serão utilizados em alguma ação deles. Além disso, todos já antecedentes criminais”, explica o inspetor Alvino Domingues.

Material foi encontrado dentro do veículo Fiesta

Durante abordagem da PRF, foram encontrados no interior do veículo Fiesta duas bases de rádio, três malas de roupas, maçarico, um cilindro de oxigênio, luvas, botijão de gás, lonas, uma pistola e produtos portáteis. Os acusados Sebastião Alberto Dias, Reginaldo Miranda e Sérgio Meneguel foram encaminhados ao Cope, onde foi confirmado o envolvimento dos acusados com arrombamento de caixas eletrônicos.

De acordo com o delegado Flávio Albuquerque a quadrilha realizou assaltos nos municípios de São Domingos, Campo do Brito, Cristinápolis e Lagarto. “Uma quadrilha bem articulada com poucos integrantes. Eles sempre usavam lonas para camuflar o caixa eletrônico e evitar que fosse vistos dando a entender que eram funcionários da própria agência”, detalha o delegado.

Segundo delegado, a quadrilha era bem articulada

Flávio Albuquerque explica que o acusado Sérgio Meneguel já tinha sido preso na cidade de Feira de Santana (BA) como chefe de uma quadrilha por envolvimento com  arrombamentos a caixas eletrônicos. Segundo o delegado, na quadrilha cada um tinha funções definidas.  Reginaldo Miranda era especialista em maçaricos e o acusado Sebastião era técnico em alarmes. A quadrilha atuava nos estados da Bahia, Sergipe e Mato Grosso.

Por Adriana Freitas e Kátia Susanna

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais