Quilombolas ocupam sede do Incra em Sergipe

0

As 200 pessoas de uma comunidade quilombola do município de Brejo Grande que ontem tentaram ocupar a sede da Superintendência do Patrimônio da União (SPU), agora estão na sede do Incra. Eles reivindicam os títulos e cessões de algumas áreas no território do município.

Confira a matéria:

O que diz o Incra

Segundo a assessoria de comunicação do Incra, as famílias reivindicam o título de uma área de 800 hectares, mas somente a SPU pode confirmar se a área pertence à União e pode ser destinada aos quilombolas. O Incra afirmou que vai enviar a demanda para a Superintendência.

A respeito dos demais títulos e cessões de áreas, alguns desses terrenos estão no centro de disputas jurídicas na segunda instância da Justiça, adotadas por fazendeiros que também reivindicam a posse das terras. O Incra fez um acordo com a Procuradoria, em Brasília, para que esses recursos sejam julgados em 15 dias para definir a situação dessas áreas.

Comentários