Racionamento de energia deve começar em junho

0

Enquanto o consumidor sergipano é brindado com um aumento de 15% nas contas de energia já este mês – um aumento bem superior à inflação do ano passado que ficou em torno de 6% – já se sabe que o racionamento de energia elétrica virá mesmo a partir de junho ou julho. O plano do governo já está concluído. Consumidores residenciais poderão pagar até 15 vezes mais pelo consumo de energia que exceder a referência a ser estabelecida no plano de racionamento. Essa regra vale para famílias que consomem mais de um mil quilowatts/hora/mês. A maior parte dessa classe de consumo no Brasil, que tem gasto mensal entre 100 e 500 quilowatts/hora/mês, a tarifa sobre o valor excedente será dobrada. Para os casos em que o consumo mensal ficar entre 501 e 1.000 quilowatts/hora/mês, a tarifa para o gasto excedente será de 10 vezes. Na região Nordeste, o governo precisa de uma economia entre 15% e 20% de energia porque os reservatórios estão vazios e não há perspectiva de chuvas fortes pela frente.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais