Radares da Etelvino Alves de Lima começam a operar no dia 11 de março

0
O procedimento é previsto em resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) e imprescindível para a operação de radares em ruas, avenidas e rodovias (Foto: SMTT)

Os equipamentos de fiscalização eletrônica instalados na avenida Etelvino Alves de Lima passaram por aferição do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) na tarde desta quinta-feira, 21. O procedimento é previsto em resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) e imprescindível para a operação de radares em ruas, avenidas e rodovias.

Segundo o superintendente interino da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT), Renato Telles, o objetivo dos equipamentos de fiscalização é coibir o excesso de velocidade dos veículos na via e, consequentemente, reduzir os índices de acidente no local. Nos últimos meses foram registrados na via mais de 30 acidentes, com 13 vítimas feridas e uma morte.
“Realizamos diversas ações educativas na avenida, assim como a canalização da via, mas muitos condutores continuam desrespeitando às leis de trânsito, o que provoca acidentes e coloca a população em risco. Por isso, instalamos os radares com o intuito de coibir o excesso de velocidade na avenida e dar mais segurança a todos. E continuaremos fazendo ações educativas nas faixas de pedestres da via”, frisa.
De acordo com o coordenador de Sinalização da SMTT, Diego Carvalho, a aferição realizada pelo Inmetro é uma garantia de que os equipamentos vão identificar com precisão a velocidade dos veículos que trafegam pela via. “É parte essencial do procedimento de instalação de radares na avenida Etelvino Alves de Lima, que estamos viabilizando a pedido dos moradores da região”, relembra.
Após a aferição dos radares, a fiscal do Inmetro Taíse Menezes confirmou a liberação dos equipamentos. “Fizemos o procedimento padrão, verificamos os equipamentos nas duas faixas e eles estão aprovados e já podem funcionar”, conta.
Apesar da comprovação de funcionalidade feita pelos técnicos do instituto, o coordenador de Sinalização da SMTT ressalta que os motoristas que trafegam pela área terão mais de duas semanas de adaptação antes da operação plena dos equipamentos. “Mesmo com os equipamentos já inspecionados e liberados pelo Inmetro, os condutores que ultrapassarem o limite de velocidade permitido só serão autuados a partir de 11 de março”, afirma Diego.
Demanda da população
Por causa dos altos índices de acidentes na via devido ao excesso de velocidade dos veículos e o desrespeito à sinalização e outras normas do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), a população da capital solicitou providências através dos diversos canais de comunicação da SMTT. Após a realização de minuciosos estudos no local, foi aprovada a instalação dos dois radares na avenida – um em cada sentido da via. Os equipamentos foram remanejados de outros pontos de Aracaju.
A comerciante Lenoíra dos Santos, por exemplo, aprova a medida tomada pela Prefeitura Municipal de Aracaju (PMA), através da SMTT. “Acontecem muitos acidentes na avenida e acredito que os condutores reduzirão a velocidade com a presença dos radares”, disse.

 

Fonte: SMTT 

Comentários