Radiopatrulha registrou 99 relatórios de ocorrências

0

(Foto: Ascom RP)

A Polícia Militar, através da Companhia de Polícia de Radiopatrulha (CPRp), divulgou na manhã desta terça-feira, 4, os dados referentes aos trabalhos desenvolvidos pela unidade operacional de radiopatrulhamento em toda a região metropolitana de Aracaju no último mês de janeiro.

O trabalho da RP é desenvolvido através do policiamento ostensivo motorizado, diuturnamente, com o objetivo de aumentar a capacidade ostensiva e preventiva da Polícia Militar nas ruas, efetivando operações de policiamento ostensivo em geral no recobrimento de áreas e atendimento as solicitações da comunidade através do CIOSP 190.

Diante do trabalho efetivado, a Radiopatrulha registrou 99 relatórios de ocorrências policiais, encaminhando 97 ocorrências às delegacias de polícia, sendo 85 cidadãos conduzidos às referidas unidades. A estatística ressalta as apreensões de armas de fogo de fogo e munições. Foram apreendidas 23 armas de fogo e 82 munições de diversos calibres, três carregadores de pistolas, dois simulacros de armas de fogo, um par de coletes balísticos, sete armas impróprias (facas).

Destaque para a recuperação de 20 veículos automotores, sendo: dois carros, 10 motocicletas e oito motonetas. Concernentes ao combate ao tráfico de entorpecentes, a CPRp registrou 18 ocorrências, que resultaram na apreensão de aproximadamente 12 kg de Maconha; 300 gramas de Crack e aproximadamente 500 gramas de Cocaína.

Outras ações demonstram a importância da unidade operacional, sendo registrada a condução de 11 ocorrências por roubo e furto; 10 por vias de fato, agressões, lesões corporais, violação de domicílio, ameaças, desacato e desobediência; uma recaptura de foragido; um por homicídio; dois por estelionato/ cédula falsa, uma por delito de trânsito, dentre outros registros.

Para o Major Carlos Rolemberg Comandante da CPRp, “O trabalho desenvolvido pelos profissionais radiopatrulheiros engrandecem a PMSE no seio da sociedade pela excelente prestação dos serviços na seara da Segurança Pública, destacando a maior incidência de prisões e apreensões em abordagens, o que confirma o aumento da capacidade ostensiva e por consequência preventiva, que é o cumprimento da missão precípua da Instituição Polícia Militar, salientando, o foco em não envidar os esforços para a defesa da vida do concidadão.

Com informações da RP

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais