Ricardinho volta a se envolver em briga durante festa

0
Ricardinho: mais um briga (Foto: Arquivo Pessoal Facebook)

Mais uma briga de rua fez o jovem Ricardo Oliveira, o Ricardinho, a voltar ao cenário policial. Ele é acusado por tentativa de homicídio praticada contra os estudantes Wendell Santos Magabeira e Brenda e Hevelyn Gonçalves Oliveira e agora assinou Termo Circunstanciado na Delegacia de Polícia depois de se envolver em uma nova briga com um praticante de luta marcial.

Na madrugada desta quarta-feira, 26, no espaço do Forró Caju, Ricardo Oliveira se envolveu em uma briga e houve agressões mútuas, segundo informações do major Paulo César Paiva, chefe da 5ª Seção da Polícia Militar. No entanto, Ricardo Oliveira teria sido dominado pelo desafeto, que é praticante de lutas marciais.

O lutador entregou Ricardo Oliveira à Guarda Municipal, que o encaminhou ao Posto da Polícia Civil instalado na Praça de Eventos Hilton Lopes, no centro de Aracaju. No posto, foi registrado Boletim de Ocorrência contra Ricardo Oliveira e assinado Termo de Ocorrência Circunstanciado (TOC), no qual ambos se comprometem a comparecer ao Juizado Especial Criminal em data a ser definida.

Contra Ricardo Oliveira pesa o processo criminal por tentativa de homicídio, que tramita na 5ª Vara Criminal e também um outro na área cível, com pedido de indenização pela suposta tentativa de homicídio, com tramitação na 1ª Vara Cível. Na ótica do Ministério Público, Ricardo Oliveira teria atropelado de forma proposital Wendell e por pouco não atingiu também a estudante Hevelun Gonçalves, o que caracterizaria a tentativa de homicídio.

O Portal Infonet tentou contato com o acusado, mas não obteve êxito. O Portal permanece à disposição, informações podem ser encaminhadas por e-mail jornalismo@infonet.com.br ou por telefone (79) 2106 – 8000.

Por Cássia Santana

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais