Rodoviários reclamam da presença da PM nas garagens e terminais

0

O presidente da Associação dos Rodoviários de Sergipe, Aluízio Almeida, afirmou que os rodoviários foram surpreendidos na manhã desta segunda-feira, 22, com a presença da Polícia Militar nas sedes de algumas empresas do transporte coletivo e nos terminais de integração.

Para Aluízio Almeida, a presença das guarnições da Polícia Militar tem o objetivo de intimidar os rodoviários. “Isso é uma vergonha e um absurdo. O trabalhador sai de casa 5h da manhã para trabalhar e se depara com carros da PM na sede das empresas e nos terminais. Para quê isso? Polícia tem que ir atrás de bandido e não do cidadão de bem”, avalia Aluízio Almeida.

O presidente comenta que a categoria segue insatisfeita e pode, a qualquer momento, deflagrar uma paralisação. “Eles sabem da insatisfação da categoria e uma nova paralisação pode acontecer a qualquer momento. Isso já está decidido”, destaca.

Setransp 

O Portal Infonet entrou em contato com o Setransp que ficou de se manifestar. Mas até o fechamento desta matéria, não houve resposta. Estamos à disposição através do e-mail: jornalismo@infonet.com.br. 

PM

A Polícia Militar, por meio da assessoria de comunicação, disse que segue o que está previsto na Constituição Federal e que sua atribuição é realizar o policiamento ostensivo e preservar a ordem pública.

Protestos

Os rodoviários fizeram um protesto em Aracaju na última sexta-feira, 19, para cobrar o retorno do ticket-alimentação e protestar contra a extinção da função de cobrador. A categoria também pede a manutenção dos planos de saúde e o reajuste salarial.

Por causa do protesto, a circulação do transporte coletivo foi afetada. O Tribunal Regional do Trabalho (TRT da 20ª região) determinou que os rodoviários mantenham 70% do efetivo, por ser tratar de um serviço essencial. Na manhã do sábado, 20, a frota voltou a operar normalmente, porém segundo o Setransp, 243 ônibus foram vandalizados, o que corresponde a 56,25% da frota operante.

por João Paulo Schneider 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais