Samu é reconhecido nacionalmente

0

O Serviço Municipal de Atendimento de Urgência – Samu – começa a ser reconhecido em nível nacional. Recentemente foi realizada em São Paulo uma simulação de catástrofe, onde uma das coordenadoras avaliou e classificou os serviços do Samu em primeiro lugar. O próximo lugar a conhecer o Serviço Municipal de Atendimento de Urgência é o Chile. Segundo o secretário Municipal de Saúde, Rogério Carvalho, o Samu em Aracaju atende cerca de 3 mil pessoas por mês, sendo que a maioria dos atendimentos está ligada ao trauma. “O Samu é uma unidade móvel de saúde que, por conta de sua capacidade resolutiva, conta com um quadro de 70 profissionais, todos em escala de plantão de 24 horas. Toda a equipe com formação em urgência e emergência”, diz Rogério Carvalho. Após realizado o atendimento de urgência, às vezes no próprio local onde aconteceu a ocorrência, dentro da ambulância, o Samu encaminha os pacientes para os hospitais apropriados, como é o caso do Hospital Cirurgia e João Alves Filho. Hoje, Aracaju encontra-se em uma realidade diferente e razoável em relação a outros municípios brasileiros. Atualmente existem na capital 51 unidades ou postos de saúde. Antes este número era de apenas 39. “No Programa de Saúde da Família – PSF – Aracaju está fazendo a maior capacitação de profissionais da história, com mais de 2 mil servidores. Estamos capacitando 100% dos nossos trabalhadores”, diz o secretário, ressaltando que o município está lutando para que no futuro possa estar à frente da Maternidade Hildete Falcão Batista e do Centro de Referência da Mulher.

Comentários