São Cristóvão volta a ser capital do Estado

0

Prç São Francisco: psalco da comemorações
Esta quarta-feira, 8, é dia de festa na cidade histórica de São Cristóvão em comemoração pela passagem do Dia da Emancipação de Sergipe. O cenário da festa é a praça São Francisco, centro histórico da antiga capital sergipana que voltou a ser nesta quarta, simbolicamente, o centro político do Estado.

O motivo da transferência da capital e da concentração das comemorações da emancipação na quarta cidade mais antiga do país foi para reforçar o desejo de que ela seja eleita como patrimônio da humanidade em 2010. “Queremos que São Cristóvão se transforme no símbolo maior da sergipanidade”, afirmou Marcelo Déda. Para conseguir o título, o governo irá investir 3,5 milhões em obras que são essenciais para que a

Marcelo Déda e ao fundo os dois governadores convidados
cidade dispute o título.  

O prefeito de São Cristóvão, Alex Rocha, disse estar muito gratificado pelo gesto simbólico do governador, concentrando as comemorações na cidade. Durante as comemorações ele fez a entrega de um documento que retrata todo o potencial da cidade histórica para trazer para o Estado o título de patrimônio da humanidade. Dentre as obras que precisam ser feitas, por determinação da Unesco, estão o aterramento da rede elétrica e o esgotamento sanitário.

O início das comemorações contou com a participação  maciça da população sancristovense, que conferiu de perto a revista das tropas feita pelo governador, hasteamento

Tropas da PM desfilaram nas ruas de São Cristóvão
das bandeiras do Brasil, Sergipe e São Cristóvão, além de desfile das tropas da Polícia Militar. Marcaram presença, como convidados ilustres, os governadores do Piauí e de Pernambuco, José Wellington Dias e Eduardo Campos, ambos serão homenageados durante o dia com a Medalha do Mérito Aperipê.

Trégua cívica

Ao ser questionado pelos jornalistas sobre a greve do Fisco e sobre as eleições de 2010 o governador Marcelo Déda declarou que esta quarta-feira é dia de uma “trégua cívica”. “Não me peçam para polemizar ou falar mal de ninguém. Meu coração está hoje cheio de amor pelo nascimento do meu filho e de alegria por essa festa bonita de Emancipação do Estado de Sergipe”, enfatizou.

População acompanha as festividades
Programação

Ainda pela manhã houve a celebração de missa solene, presidida pelo bispo Dom José Palmeira Lessa, seguida de entrega das medalhas do Mérito Cultural Tobias Barreto e do Mérito Aperipê a 20 personalidades e entidades sergipanas e nacionais. Além da assinatura de atos e ordens de serviço para obras na cidade de São Cristóvão.

A parte cultural da programação do Dia da Emancipação de Sergipe tem início às 17h  com um cortejo folclórico pelas ruas do centro histórico de São Cristóvão, seguido dos shows dos artistas sergipanos Paulo Lobo, Patrícia Polayne, Amorosa e Cataluzes.


Por Carla Sousa

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais