Sargento Jorge Vieira é interrogado na 6ª Vara Criminal

0
sargento Jorge Vieira está confiante na absolvição  (Foto: Arquivo Infonet)

O Sargento Jorge Vieira, presidente da Associação dos Militares do Estado de Sergipe (Amese), foi interrogado nesta segunda-feira, 10, em mais um processo perante a 6ª Vara Criminal (Justiça Militar). A audiência foi presidida pelo juiz de Direito Militar, Diógenes Barreto, no Fórum Gumercindo Bessa.

O sargento foi denunciado por ter feito uma suposta crítica ao Comando Geral da Polícia Militar e de ter fornecido a um jornalista um Boletim Geral Ostensivo (BGO), documento oficial da corporação, denunciando policiais militares que estariam em desvio de função.

Em conversa a reportagem do Portal Infonet, o sargento Jorge Vieira afirmou tranquilidae em relação às acusações. “Não há constatação nenhuma de que eu cometi esses crimes. Estou tranquilo e colaborando com a polícia. Não trabalho contra a instituição Polícia Militar e nunca fiz críticas ao Comando da PM”, afirma.

Ainda segundo Jorge Vieira, ao final do processo, tudo será esclarecido.  “Tenho certeza que ao final desse processo, serei absolvido porque não tenho culpa. Em nenhum momento entreguei BGO à jornalista. Não foi achado nada contra mim”, diz.

O sargento foi ouvido na 6ª vara Criminal 

Na oportunidade, foi designada uma audiência de oitiva das testemunhas arroladas pelo Ministério Público para o dia 16 de abril, às 09h30.

Por Aisla Vasconcelos

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais