‘Satanás’ morre após confronto com o Getam

0
Satanás foi socorrido, mas chegou morto no Huse (Foto: Arquivo Portal Infonet)

Uma pessoa morreu em suposto confronto com a equipe do Grupamento Tático de Motos (Getam) da Polícia Militar de Sergipe. O episódio foi registrado pouco antes das 9h desta terça-feira, 20, em um trecho do bairro São Brás, no município de Nossa Senhora do Socorro. Nesta ação, o jovem identificado como André Luiz Tavares dos Santos, 18, conhecido como 'Satanás', foi alvejado por tiros e morreu. 

A vítima foi socorrida, mas já chegou ao Hospital de Urgência de Sergipe (Huse) sem vida, segundo informações da assessoria de imprensa do hospital. O óbito foi registrado às 9h04. De acordo com o tenente-coronel Paulo César Paiva, chefe da 5ª Seção, setor responsável pela comunicação social da corporação, ‘Satanás’ estava sendo alvo de investigação do setor de inteligência do Getam. 

Segundo o tenente-coronel Paiva, quando adolescente, 'Satanás' foi apreendido em diversas ocasiões e no ano passado, aos 17 anos, conseguiu fugir do Centro de Atendimento ao Menor (Cenam), mesmo estando algemado, após uma rebelião na unidade. 'Satanás' é apontado com um dos envolvimento no assalto a uma joalharia no centro de Aracaju, que culminou com a invasão à loja do supermercado Bompreço na Praça João XXIII, onde funcionários ficaram reféns.

'Satanás', à época com 17 anos, só se entregou depois de solicitar a presença da mãe e da imprensa no local.

Cerco

Segundo o tenente-coronel Paiva, 'Satanás' foi localizado nesta terça-feira, 20, após as investigações que estavam sendo desenvolvidas pela equipe de Inteligência do Getam, em parceria com o Centro de Operações Especiais da Polícia Civil (Cope). Ele estava escondido em uma residência na Travessa Perimetral B, no Conjunto Marcos Freire, bem próximo à entrada do bairro São Brás, em Nossa Senhora do Socorro.

Segundo o tenente-coronel Paiva, o acusado teria reagido à voz de prisão disparando tiros contra os policiais. Um PM, que integra a equipe de inteligência do Getam foi atingido de raspão no rosto, próximo ao olho esquerdo. A identidade do PM está preservada. Ele recebeu atendimento no Hospital da Polícia Militar e passa bem, segundo o tenente-coronel Paiva.

O tenente-coronel informou que, nesta operação, os policiais apreenderam duas armas [um revólver de calibre 38 e outro de calibre 32], que estaria com o acusado.

*A matéria foi alterada às 11h45 para acréscimo de informações sobre o suposto confronto

Por Cássia Santana

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais