SCAS vai movimentar cena cultural sergipana

0

Enquanto uma ala dissidente manda celebrar missa pela passagem dos 50 anos da Sociedade de Cultura Artística de Sergipe (SCAS), a diretoria do órgão esteve reunida ontem à tarde e decidiu que não vai dar resposta a este grupo, liderado pelo Sr. José Carlos Teixeira, um dos ex-diretores da casa. A SCAS vai começar a mostrar trabalho como se a entidade estivesse nascendo agora. Assim será adotada uma nova logo-marca e deve ser posta no ar uma página na internet, falando, naturalmente de cultura e das atividades do órgão. A SCAS deve também investir seus esforços na montagem de uma peça de autor sergipano e na edição de uma revista de caráter cultural.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais