SE adia retomada econômica e anuncia restrições para Grande Aracaju

0
(Foto: ASN)

O Plano de Retomada Econômica de Sergipe, cujo início estava previsto para esta quarta-feira, 24, foi adiado para segunda-feira, 29, conforme decreto anunciado pelo governador Belivaldo Chagas durante coletiva de imprensa. Aracaju, Barra dos Coqueiros, São Cristóvão e Nossa Senhora do Socorro seguirão com restrições para determinadas atividades comerciais.

Conforme divulgado no dia 15 de junho, a fase 1 – Bandeira Laranja – da retomada econômica prevê o restabelecimento das atividades escritórios de prestadores de serviços e serviços em geral (publicidade, agências de viagens e etc); clínicas e consultórios de odontologia, fisioterapia, fonoaudiologia, nutrição, psicologia e terapia ocupacional, bem como serviços especializados de podologia; comércio (alguns setores); operadores turísticos; atividades de treinamento de desporto profissional; salões de beleza, barbearias e de higiene pessoal; igrejas e templos religiosos (30% da capacidade).

Nesta terça-feira, 23, o governador Belivaldo Chagas confirmou a retomada destas atividades, porém anunciou restrições para Aracaju, Barra dos Coqueiros, São Cristóvão e Nossa Senhora do Socorro. Nestes municípios,  salões de beleza, barbearias, estabelecimentos de higiene pessoal, igrejas e templos religiosos deverão continuarão proibidos de funcionar.

“Na próxima terça-feira, faremos uma nova reunião com os dois comitês para debater os números do decorrer da semana e aí sim poderemos autorizar ou não que esses quatro municípios tenham essas atividades liberadas”, explica o governador Belivaldo Chagas.

Também foi anunciado pelo governador Belivaldo Chagas a inclusão de novas atividades comerciais na Bandeira Laranja, ou seja, a partir do dia 29, poderão funcionar em todo o estado as lojas de cosméticos, perfumaria e higiene pessoal, livrarias, comércios de artigos de escritório e papelarias.

O governador Belivaldo Chagas informou ainda que a Polícia Militar agirá com rigor na fiscalização do cumprimento do decreto governamental.  “A determinação é para que a PM feche qualquer estabelecimento que abrir sem autorização legal, pois falamos em anúncio do plano e não início do plano. Ficou mais do que claro que hoje a gente divulgaria a definição. E o que ficou definido é que a retomada econômica se dará dia 29. Nada mais do que isso está autorizado a acontecer no decorrer desta semana”, destaca.

 

Por Verlane Estácio

 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais