SE investe mais de R$ 1 bilhão em saneamento e segurança hídrica

0
(Foto: Reprodução / ASN)

61 obras em andamentos, 118 obras concluídas, mais de R$ 122 milhões investidos nas obras já concluídas, com estes números o Sergipe Cidade, programa do Governo do Estado, de responsabilidade da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Urbano (Sedurb) está mudando a cara de Sergipe. São investimentos em delegacias, destacamento de Corpo de Bombeiros, Escolas Profissionalizantes, pavimentação, abastecimento de água, além de praças, mercados, quadras de esportes, creches, centro comunitário, terminal rodoviário, entre outros. Além disso, os sergipanos observam o desenvolvimento do Estado no que se refere à construção de moradias populares e no transporte intermunicipal.

Só no que diz respeito ao saneamento, o Estado de Sergipe possui investimentos de mais de R$ 1 bilhão, é o que nos conta nesta entrevista publicada no Jornal da Cidade o secretário da Sedurb, Carlos Melo, destacando obras como a ampliação do Sistema Integrado de Abastecimento de Umbaúba, Tomar do Geru e Itabaianinha que beneficiará aproximadamente 94.330 habitantes; a ampliação do Sistema Integrado de Abastecimento do Alto Sertão, que beneficiará 223.110 sergipanos e a duplicação da Adutora Sertaneja que beneficiará 38.440 mil pessoas na região de Canhoba e Aquidabã, oferecendo, junto a outras ações, uma segurança hídrica jamais vista no estado.

A Secretaria de Estado de Desenvolvimento Urbano responde por obras muito importantes para o desenvolvimento do Estado. São diversas áreas como habitação, saneamento, infraestrutura, transporte. Quais os avanços nessas áreas nos últimos anos?

Carlos Melo- A Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano é uma pasta extensa e que possui muitas obras estruturantes para Sergipe. O resultado desse trabalho é visto em todos os municípios de Sergipe. Desde construção de casas, até toda infraestrutura das habitações entregues, como também do abastecimento de água, esgotamento sanitário, a cobertura de transporte intermunicipal, e também as obras do Programa Sergipe Cidades que atende todo o interior do estado, além das sedes dos municípios atende também os povoados, levando pavimentação, as construções dos Centros Empresariais Integrados, dos Mercados, das escolas profissionalizantes, construção e reforma de delegacia, quadras de esportes, praças entre outros.

Quantas obras já foram realizadas pelo Sergipe Cidades? Quanto foi investido? Quantas intervenções encontram-se em andamento?

Carlos Melo- O Sergipe Cidade é um dos grandes programas que o Governo do Estado tem hoje em parceria com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social  (BNDES).  São 61 obras em andamentos e 118 obras concluídas, o total de investimentos das obras concluídas ultrapassa o valor de R$ 122 milhões. São obras para a Segurança Pública com a construção ou reforma de delegacias e destacamento de Corpo de Bombeiros, obras para melhorias da educação como as Escolas Profissionalizantes, obras que melhoram a qualidade de vida como pavimentação, abastecimento de água, além de praças, mercados, quadras de esportes, creches, centro comunitário, terminal rodoviário, entre outras. Recentemente inauguramos o Centro Estadual de Educação Profissional Maria Fontes de Farias, com investimentos de mais de R$ 4 milhões em Boquim, a escola ofertará cursos em diferentes eixos profissionalizantes, sendo principal o da fruticultura. A reforma do Mercado Municipal em Própria também é uma das obras entregues pelo governador, Jackson Barreto. Onde você passar em nosso estado terá uma obra do Sergipe Cidades, levando desenvolvimento para todo o estado.

No que se refere à política habitacional do Estado, o que foi feito? Quantas obras estão em andamento?

Carlos Melo- A habitação é uma área que sempre estamos investindo pois, por mais que nós, Governo, construa unidades habitacionais, sempre surge mais demanda. São mais de 18 mil unidades habitacionais, concluídas e em execução. Dentre essas unidades destaca-se o Pró Moradia que em Sergipe está em andamento a construção de 1.180 unidades habitacionais destas, 580 unidades habitacionais na Av. Euclides Figueiredo, e 600 na ocupação do Rio do Sal em Nossa Senhora de Socorro. Outro destaque são 1.180 unidades habitacionais no Residencial 1° de Maio, que será construído em Nossa Senhora do Socorro e mais 150 unidades habitacionais para a comunidade quilombola do Pontal da Barra. Além de todo esse investimento em unidades habitacionais, o Governo do Estado se preocupa também em entregar essas casas com toda infraestrutura necessária, atualmente somente neste segmento estão sendo investidos mais de R$ 7 milhões.

Ainda na habitação a Sedurb incorpora ao programa Pró Moradia um trabalho social ativo para o desenvolvimento familiar e comunitário, partindo do princípio que o trabalho social é uma ferramenta de transformação e que este requer a participação efetiva de todos os atores sociais envolvidos no processo. Além do Plantão Social realizado na Sedurb, também são prestadas informações e esclarecimentos aos beneficiários sobre a situação cadastral e do aluguel social, além de desenvolver atividades na brinquedoteca, objetivando tornar a equipe do projeto mais acessível à população e ao mesmo tempo estimular uma relação de confiabilidade.

Como está o andamento das políticas relacionadas às ações de saneamento e abastecimento de água?

Carlos Melo- Nunca se investiu tanto em saneamento em Sergipe como nesses últimos sete anos. O Estado de Sergipe possui investimentos de mais de R$ 1 bilhão de reais em saneamento. O Estado de Sergipe deixa o colapso de abastecimento em que vivia há tempos atrás, garantindo uma segurança hídrica para mais de 20 anos sem risco de falta de abastecimento. Com o volume de recursos garantidos através do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), o Governo do Estado realizou obras que priorizam não somente a expansão dos sistemas de abastecimento de água, mas principalmente a sua regularidade. Esta segurança hídrica foi colocada em prática a partir de uma série de obras estruturantes, como por exemplo, a barragem do rio Poxim.

Foram destinados R$ 85 milhões para o aproveitamento hídrico do rio Poxim. A barragem possibilitou a regularização da vazão do manancial com 960l/s. Outra grande obra é a ampliação do Sistema de Abastecimento do São Francisco, abrangendo a duplicação da Adutora do São Francisco, que aumentou a produção de água de 1.750 para 3.000 litros por segundo. Desde 2010, a estrutura está em operação e apresentou melhora substancial na oferta de água. Dentro deste mesmo projeto, envolvendo o Sistema São Francisco, está em andamento a execução da duplicação das Estações de Tratamento de Água (ETA) João Ednaldo e Oviedo Teixeira. Mais de 90% das obras foram executadas. Quando estiverem concluídas, a capacidade de tratamento da água bruta captada será dobrada, o que reflete na otimização do atendimento da demanda da população da região metropolitana de Aracaju.

Em 2013, foram selecionados três projetos elaborados pela Deso, dos quais o Governo do Estado conseguiu garantir R$156 milhões por meio do PAC Prevenção Seca. As obras de ampliação do Sistema Integrado de Abastecimento de Umbaúba, Tomar do Geru e Itabaianinha foram iniciadas em outubro de 2013. A meta é atender de forma satisfatória as demandas atuais e futuras. Serão 94.330 habitantes beneficiados ao final do plano. E com a estrutura implantada, no prazo de 12 meses, será possível regularizar e expandir a oferta de água durante todo o ano, respectivamente para quem já tem acesso ao serviço e para moradores de povoados onde não há rede de abastecimento de água tratada. Também está em andamento a ampliação do Sistema Integrado de Abastecimento do Alto Sertão, que tem um impacto social mais abrangente em relação aos demais projetos, por atingir um número maior de municípios, todos eles afetados pela seca. Com a adutora ampliada, o fornecimento da água estará regularizado para 223.110 habitantes. Áreas vulneráveis, como Ribeirópolis, Moita Bonita e Nossa Senhora da Glória terão redes interligadas, o que amplia a lista de cidades atendidas pela adutora.Já a duplicação da Adutora Sertaneja vai regularizar a oferta de água e beneficiar 38.440 mil pessoas na região de Canhoba e Aquidabã. A previsão de conclusão das obras que estão em andamento é para 2015.

Além disso, o Governo do Estado preocupado com o futuro, está por meio da Sedurb preparando os Planos Municipais de Saneamento, quês está sendo realizado por meio de audiências publicas com prefeituras e população de cada município. Esse plano norteará investimentos necessários para universalização da água em todo Estado de Sergipe.

A Sedurb conveniou-se aos municípios de Aracaju, Barra dos Coqueiros, Nossa Senhora do Socorro, Itabaiana, Campo do Brito, Macambira, São Domingos, Areia Branca, Salgado, Lagarto, Riachão do Dantas, Simão Dias e Poço Verde e investiu R$ 1.800,000na realização dos estudos técnicos para os planos regionais de saneamento. É responsabilidade dos municípios aprovar seus devidos planos para conferir à Deso a concessão para operar dentro do sistema de saneamento.

Quais os investimentos realizados em transporte público intermunicipal?

Carlos Melo- A Sedurb também é responsável pelo sistema que opera o Transporte Intermunicipal de Passageiros. São 603 carros que fazem o transporte intermunicipal com mais de 1.600 viagens/dia. Por dia, 84 mil pessoas utilizam esse tipo de transporte no Estado.

Além de gerir e fiscalizar a Sedurb está elaborando planos que visam trazer cada vez mais a melhoria do serviço de transporte público intermunicipal.  A fiscalização esse ano ganhou mais um reforço por meio de uma parceria com a Policia Rodoviária Federal (PRF) que disponibiliza o efetivo policial para auxiliar nas operações fiscais que têm sido realizadas pelos fiscais da Ditransp em algumas rodovias do Estado, cujo objetivo é coibir o transporte clandestino e o excesso de passageiros no transporte intermunicipal, garantindo mais segurança aos passageiros.

Outra boa novidade esse ano na fiscalização foi que, os fiscais da Sedurb podem autuar o carro que comete alguma infração ou transita irregularmente e a autuação será cadastrada no Registro Nacional de Infrações de Trânsito- RENAINF. Esse sistema possibilita que o órgão autuador tenha os dados necessários para notificar o proprietário do veículo sobre a infração cometida e sobre a respectiva penalidade, e vincular os débitos existentes no Detrande registro do veículo. Esse foi um passo muito importante para a fiscalização intermunicipal, já que, agora podemos também autuar um carro com placa de Maceió, por exemplo, que esteja cometendo infrações ou estejam clandestinos aqui em Sergipe. Antes, registrávamos, mas cerca de 50% ficava sem penalidade e o carro continuava rodando do mesmo jeito, agora, esse carro será multado.

Estamos na fase de elaboração de estudos técnicos para posteriormente ser lançado o edital de licitação do Sistema de Transporte público Intermunicipal. Com essa licitação poderemos contar com a melhor qualidade de transporte público desde renovação de frota, como também sistema mais moderno de bilhetagem eletrônica e acompanhamento dos ônibus via GPS.

Fonte: Agência Sergipe Notícias

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais