SE na rota do tráfico paraguaio

0

Betania e Jirlam foram presos por tráfico de drogas Foto: Portal Infonet
O Paraguai é uma rota recente que está sendo investigada pela polícia como sendo a origem da droga que está sendo apreendida durante essa semana em Sergipe. Após a maior apreensão de maconha do Estado, realizada pela Polícia Federal e mostrada em reportagem do Portal Infonet na última segunda-feira, 22, equipes do Departamento de Narcóticos da Polícia Civil prenderam na manhã desta terça-feira, 23, duas pessoas acusadas de tráfico de drogas.

De acordo com a delegada responsável pelo Denarc, Aliete Melo, por volta das 8h da manhã foi presa a dona de casa Betânia Soares de Jesus, de 41 anos, que estava vindo do Mato Grosso do Sul, com cerca de meio quilo de pasta base de cocaína. A droga estava escondida

Danilo comandava o tráfico do Compencam

dentro de um travesseiro. A abordagem foi feita dentro do ônibus nas proximidades do município de Cristinápolis, distante 115 km da capital sergipana.

Após comprovar que a droga estava com Betania, policiais levaram a dona de casa para o Terminal Rodoviário José Rolemberg Leite e prenderam o taxista Jirlam Alves da Silva, de 30 anos, que esperava pela droga.

A delegada diz que em depoimento foi identificada que a droga teria sido encomendada pelo presidiário Danilo dos Santos, de 36 anos, que cumpre pena no Complexo Penitenciário Carvalho Neto (Compecan). “O Danilo tem um poder de convencimento muito grande e controlava de dentro do presídio o tráfico de drogas. Ele convencia as pessoas a viajar para pegar a droga para ele”, explica Aliete Melo.

Drogas, celulares, dinheiro, e um táxi foram apreendidos pela polícia Foto: Portal Infonet
A mulher confessou que receberia a quantia de R$600 pelo transporte da droga e que era a primeira vez que ela praticava o tráfico, mas a polícia já sabe que Betania estava cerca de quatro vezes no Mato Grosso do Sul.

A dona de casa conheceu o traficante quando foi visitar o marido que se encontra preso no Compencan. A simpatia entre Danilo e Betania foi tão grande que mesmo preso ele chegou a batizar um neto da dona de casa.

Com os acusados a polícia apreendeu além da droga, um táxi, cerca de R$186 e dois celulares.

Fronteiras

A delegada diz que a rota do Mato Grosso esta sendo investigada recentemente pela polícia e que é possível que a abertura das fronteiras tenha facilitado as recentes apreensões.

Por Kátia Susanna

Comentários