Sem indenização, imóveis serão derrubados em Pedra Branca

0

Áreas dos imóveis e os pontos comercias estão em área de rodovia
Cinco imóveis que pertencem a uma família no povoado Pedra Branca, em Laranjeiras, deverão ser derrubados para dar lugar à duplicação da BR 101, que passa pelo local. Na última segunda-feira, 16, expirou o prazo para a liberação dos imóveis, a maioria pontos comerciais, mas os proprietários estão na tentativa de conseguir indenização.

“Eles dizem que a obra não pode parar e temos que liberar o local mesmo sem pagamento de indenização”, explica Jackson Lima, um dos proprietários que possui comércio no local. A decisão de não pagar indenização partiu do Superior Tribunal de Justiça (ST) que alegou que eles invadiram a faixa de domínio do Dnit.

“Até preparamos a documentação para pagar a indenização, mas foi quando veio essa decisão do STJ dizendo que eles são invasores da rodovia e que não tem direito”, explica Carlos Alberto Sarmento, superintendente substituto do Dnit em 

Jackson tira a renda dos pontos comerciais que serão derrubados
Sergipe.

Ele afirma que nenhuma moradia será derrubada, apenas a área da frente, que na maioria dos imóveis serve de garagem, e os pontos comerciais, que teriam sido construídos irregularmente na faixa de terra que pertence ao órgão. Jackson alega que as construções foram feitas há anos e afirma que “não quer sair perdendo”, sem local para trabalhar e sem indenização.

Genilson Lima, irmão de Jackson, luta para deixar intacta a casa onde vive a mãe de 70 anos, mas já recebeu a orientação de que “se agente for para a Justiça e perder teremos que pagar os custos pelo atraso da obra”. Ele afirma que pedirá orientação da Defensoria Pública da União. Mas, por enquanto, a decisão é de não deixar o local.

Por Carla Sousa

Comentários