Sem-Tetos bloqueiam acesso à Praia de Jatobá

0

Veículos ficaram impossibilitados de passar (Foto: Divulgação)

Integrantes da União Nacional pela Moradia Popular, que residem às margens da rodovia SE-100 nas proximidades da Praia do Jatobá, município de Barra dos Coqueiros, fizeram um ato na manhã desta segunda-feira, 27. Eles fecharam o acesso em protesto aos acidentes registrados no local em virtude da alta velocidade.

“Quase todo dia tem acidente aqui. Semana passada uma criança de 12 anos foi atropelada e lascou a cabeça, pegou vários pontos, sem contar com que ficou todo arranhado. Aqui moram muitas crianças que precisam atravessar a pista para ir pra escola. Queremos pelo menos de seis a sete quebra-molas pois os carros passam voando”, destaca d. Maria dos Santos, mãe do coordenador do movimento [Jorge Luiz Jesus].

Maria José preocupada principalmente com as crianças do assentamento (Fotos: Portal Infonet)

São cerca de 235 famílias residindo às margens da rodovia SE-100, sendo 180 crianças se arriscando diariamente para ir e voltar da escola. “Além dos quebra-molas, nós estamos cobrando também à Prefeitura da Barra, a construção de um posto de saúde. Nossas crianças não estão tendo atendimento. Os representantes da prefeitura vieram aqui e prometeram resolver a situação, mas se em 15 dias não tiver uma solução, vamos fazer um movimento maior”, alerta Maria dos Santos.

Prefeitura

A assessoria de Comunicação da Prefeitura da Barra dos Coqueiros informou que “a implantação de redutores de velocidades a exemplo de quebra-molas é única e exclusiva do Departamento Estadual de Estradas de Rodagem (DER]. Um representante do DER, o Geraldo Mota, esteve no local da manifestação e informou que será feito um estudo técnico para verificar a viabilidade de implantação. Secretário de Infraestrutura, Valmor Chagas também esteve na rodovia e se comprometeu a atender à revindicação".

Barracos estão localizados às margens da rodovia SE-100

A assessoria destacou ainda que, quanto ao posto de saúde, “o posto de saúde do Jatobá era muito pequeno. A Administração Municipal conseguiu a liberação de recursos junto ao Governo Federal, para construir um novo, mas não encontrou uma área adequada. A Prefeitura está construindo uma unidade de saúde no mesmo local. Enquanto isso, o posto está funcionando em uma casa que está sendo reformada para melhor atender a população, principalmente na questão da acessibilidade”.

O acesso à rodovia SE-100 ficou bloqueado com troncos de coqueiros, galhos de ávores e tonéis,  por mais de três horas.

Por Aldaci de Souza

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais