Semarh promove seminário sobre gestão de águas urbanas

0

Para dar seguimento ao projeto piloto do Banco Mundial (Bird) que está sendo desenvolvido para a cidade de Aracaju, a Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh) estará realizando I seminário do projeto sobre a Gestão Integrada de Águas Urbanas de Aracaju e Grande Aracaju. O evento irá ocorrer no dia 4 de novembro, das 8h30 às 13h, no auditório da Codise.

O Águas Urbanas visa à melhoria  da drenagem, gestão de resíduos sólidos, impermeabilização de solo entre outros aspectos que envolvem o Manejo Integrado de Águas Urbanas da cidade de Aracaju e da Grande Aracaju. Durante seminário serão apresentados o Sistema de Água e Esgoto de Aracaju e da Grande Aracaju; o Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano; Resíduos Sólidos e ainda Drenagem Urbana.

Atores de órgãos do Estado, município, entidades de classes, órgãos federais e instituições de ensino e pesquisa participarão do evento. A metodologia de todo o procedimento do projeto, a qual resultará na elaboração de relatório sobre Avaliação e Estratégias para as Águas Urbanas de Aracaju, tem uma perspectiva de estar concluído no mês de dezembro desse ano.

Embrião

O projeto para a cidade de Aracaju foi iniciado desde o mês de agosto do corrente ano. Os atores envolvidos, servidores da Semarh, Adema, Emurb, Seplan, Deso, Codise, Cohidro, Emsurb, entre outras instituições convidadas, estiveram discutindo os elementos do projeto em andamento, o qual envolveu Caracterização, Identificação dos problemas, Quantificação, Utilização e dados secundários e informações de literatura sobre indicadores para quantificar os principais problemas; e por fim, discutiram Estratégias. Essa fase da metodologia envolveu a definição dos planos, programas e projetos necessários para solucionar os problemas identificados.

Destaque

Tegucigalpa, junto com Aracaju e Assunção, no Paraguai, foram cidades escolhidas como piloto para proposta de implantação do projeto. A cidade de Aracaju foi a escolhida de todo o Brasil por ter conectividade com o “Programa Águas de Sergipe”, a iniciativa do programa  objetiva a revitalização do Rio Sergipe entre outros benefícios, a exemplo de saneamento básico de Aracaju e demais municípios banhados pelo rio. O Águas de Sergipe requer empréstimo junto ao Bird no valor de US 117,125 milhões de dólares.

Fonte: Ascom/Semarh

Comentários