Sementeira: ITPS analisa causa da mortandade de peixes

0
Desde segunda-feira, 12, que peixes aparecem mortos nos lagos da Sementeira (Fotos: ITPS)

Técnicos do ITPS coletaram amostras para a análise da água

Resultado da análise do ITPS sai em 15 dias

A Empresa Municipal de Serviços Úrbanos (Emsurb) ainda não sabe informar o que teria causado a morte dos peixes nos lagos do Parque da Sementeira. Nesta manhã, 14, técnicos do Instituto Tecnológico e de Pesquisas do Estado de Sergipe (ITPS) estiveram no local a pedido da Emsurb para coletar amostras da água para a realização de análise. A mortandade de peixes iniciou na segunda-feira, 12.

Segundo o assessor de comunicação da Emsurb, Augusto Aranha, uma das causas da mortandade pode ser a superpopulação de peixes, pois há muito tempo não é feita a transposição de peixes para outros locais.

"O que a gente sabe é que a população de peixes no local é muito grande. Dá para ver pela lâmina d'água muitos cardumes. Então a superpopulação pode ser um dos fatores porque nesses lagos não dá para comportar dez, ou mais toneladas de peixes", explica.

Ele informa que os dois lagos comportam diversos tipos de peixes que são naturais do local, mas a maioria é tilápia, que são peixes criados em viveiros e que se proliferam rapidamente.

"Tilápias não são peixes naturais desses lagos e não sabemos como eles surgiram no local. Mas, é bom deixar claro que não temos certeza que a mortandade está sendo causada pela superpopulação de peixes", disse.

Augusto Aranha informa, ainda, que a Emsurb está aguardando o resultado do laudo do ITPS para saber  quais medidas poderão ser tomadas efetivamente. "Precisamos saber se é poluição, algum agente venenoso, ou a superlotação de peixes.", afirmou.

De acordo com ele, para evitar mais mortandades algumas providências já estão sendo tomadas, a exemplo da oxigenação da água através de bombeamento. "Também abrimos as comportas para a água do Rio Poxim entrar e renovar a água ali existente", explicou.

Já a assessoria de comunicação do ITPS informa que o laudo deverá ficar pronto em um prazo de 15 dias.

Por Moema Lopes

Comentários