Seminário dará a partida para o Plano de Desenvolvimento de SE

0

Carlos Hermínio, superintendente de Desenvolvimento, Lúcia Falcon, secretária de Planejamento, e Guilherme Rebouças, secrtário adjunto
O Governo do Estado começa a delinear na semana que vem o Plano de Desenvolvimento para o Estado, com a realização do seminário “Planejamento do Desenvolvimento Territorial de Sergipe”. De 6 a 9 de fevereiro grandes nomes da economia nacional, e dirigentes de organizações como o representante do BID no Brasil, estarão ministrando palestras e trocando experiências sobre instrumentos de planejamento territorial implantados na o nordeste brasileiro, e em países como Itália.

Segundo a Secretária de Planejamento, Lúcia Falcon, as questões são relevantes para nossa realidade. “Nós teremos a presença de cinco grandes bancos, um internacional, BID, e quatro federais. Instituições de alta qualificação técnica, gestores de políticas públicas, como Codevasf, Incra e dois Ministérios, e a parceria com o governo italiano que traz a experiência de planejamento territorial e integração de políticas públicas”, comenta a secretária.

Além da troca de experiências, outro objetivo do evento é qualificar 120 técnicos do Estado de todos os órgãos e secretarias para que possam trabalhar com a Secretaria de Planejamento na elaboração do Plano. “Com isso o governador assume publicamente que está dada a largada para o processo de desenvolvimento do Estado, de novo” comenta Falcon.

Características do plano

Duas características principais norteiam a construção do Plano de Desenvolvimento. Uma é a de participação social, com a legitimação e a construção dele com a integração dos atores sociais. “O povo de Sergipe, todas as prefeituras, lideranças empresariais, movimentos sociais, todos têm que ser ouvidos para fazer desse plano legítimo”, diz Falcon.

Outra característica é a de territorialização e regionalização, com a idéia de levar o desenvolvimento para o interior. “Nosso Estado tem hoje uma distorção muito grave, que é a concentração na grande Aracaju de todo o investimento produtivo, de toda a infra-estrutura social. E o interior fica estagnado, com, vocações regionais e aspectos belíssimos de nossa cultura esquecidos. Nós precisamos trabalhar de forma inversa, levando o desenvolvimento ao interior, mas respeitando as características regionais”, explica a secretária.

Evento

O evento será, também, a oportunidade de dirigentes como o representante da Agência de Desenvolvimento do Nordeste, Enildo Meira Júnior, e o superintendente do Incra, Carlos Antônio Fontelene, conhecerem a realidade sergipana. A palestra de Jorge Luís Lestani, sub-representante do BID, com o título ‘Programa de Desenvolvimento Local Produtivo’, é uma das mais esperadas.

Confira a programação do Seminário de Planejamento Territorial de SE

Veja a Secretária Lúcia Falcon falando sobre os objetivos do evento


Enquanto carrega é normal o audio/vídeo aparecer pulando e aos poucos.
Após completar o downloado clique em play para reproduzir corretamente.


 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais