Seminário debate “Objetivos de Desenvolvimento do Milênio”

0

A Secretaria-Geral da Presidência da República, o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), o Movimento Nacional pela Cidadania e Solidariedade e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) promovem em Aracaju, nesta quinta-feira, 29, às 9h, o III Ciclo de Seminários Estaduais dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio. O evento, voltado aos representantes dos governos municipais, estaduais e federal, organizações da sociedade civil, setor privado, fundações, conselhos setoriais e universidades, acontece no auditório do Sindicato dos Bancários de Sergipe. 

Realizado nos 26 estados e no Distrito Federal, o ciclo de seminários visa divulgar e debater com a sociedade civil e os poderes públicos o 4º Relatório Nacional de Acompanhamento dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio, que descreve as principais ações e iniciativas do governo federal para cumprir as metas estabelecidas nos ODM. Além disso, os seminários buscam fortalecer a participação da sociedade civil no alcance das metas; ampliar a rede de parceiros dos entes federados e demonstrar as possibilidades dos ODM na implementação das políticas públicas.

Metas

O Brasil já atingiu, por exemplo, as metas de erradicação da miséria e da fome. A meta inicial era de que, até 2015, cada país reduzisse a pobreza e a proporção de pessoas que passam fome à metade do índice registrado em 1990. O 4º Relatório aponta que esse resultado foi alcançado em 2007 e superado em 2008.

O relatório diz ainda que o governo brasileiro tem procurado contribuir para reduzir a dívida de nações pobres altamente endividadas, além de defender mudança nas regras do comércio internacional.

Os ODM foram definidos durante reunião da Cúpula do Milênio, realizada em Nova Iorque em 2000, quando líderes de 191 nações oficializaram um pacto para tornar o mundo mais solidário e mais justo até 2015. O sucesso deste compromisso será possível pela adoção de oito iniciativas, conhecidas como Objetivos de Desenvolvimento do Milênio. São elas: erradicar a extrema pobreza e a fome; educação básica de qualidade para todos; promover a igualdade entre os sexos e a autonomia das mulheres; reduzir a mortalidade infantil; melhorar a saúde das gestantes; combater o HIV/Aids, a malária e outras doenças; garantir a sustentabilidade ambiental e estabelecer parcerias para o desenvolvimento.

Comentários