Seminário discute preservação de nascentes

0

Encontro aconteceu no auditório da Sociedade Semear (Fotos: Portal Infonet)
As ações dos programas “Preservando Nascentes e Municípios” e “Adote um Manancial”, foram discutidas durante toda a manhã desta quarta-feira, 23 no auditório da Sociedade Semear. Na ocasião, o titular da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh), falou sobre a parceria do Governo de Sergipe, cujo investimento nos programas de preservação das nascentes e recursos hídricos é de R$ 3 milhões.

“Todo rio tem seus afluentes com as suas nascentes e o trabalho de preservação é de formiguinha, ou seja, as pessoas envolvidas nos programas têm que sair catando onde tem nascentes para preservar por meio do plantio da vegetação. Isso demanda muito tempo. Este encontro vai avaliar o que já foi feito e quais os cuidados que precisam ser seguidos”, ressalta o

Genival Nunes (Semarh) destaca investimentos de R$ 3 milhões
secretário Genival Nunes.

“O Adote um Manancial começou por meio do promotor público Antônio Cesar Leite em Lagarto, contando com a parceria da Universidade Federal de Sergipe, Deso, prefeituras e outras instituições. O objetivo é a recuperação da sub-bacia do rio Piautinga com intervenções em áreas de preservação permanente nos municípios de Lagarto, Salgado, Estância e Boquim. Nós entramos na parceria assim como o Governo do Estado”, explica o representante da Sociedade Semear, Carlos Brito Aragão.

Ele informou ainda que o programa Preservando Nascentes e Municípios visa recuperar as nascentes e matas ciliares e o monitoramento da qualidade das águas

Carlos Brito Aragão, da Sociedade Semear
nas sub-bacias dos rios Poxim, Cajueiro-dos-Veados e Siriri-Vivo, beneficiando os municípios de Areia Branca, Itaporanga D’Ajuda, São Cristóvão, Malhador, Siriri e Nossa Senhora das Dores.

Atividades

O Plano de Trabalho dos dois programas tem como base a coleta de sementes e produção de mudas, o plantio de espécies nativas em áreas de preservação permanente, ações de comunicação social e educação ambiental com as comunidades e representações sociais locais.

O Termo de Parceria é firmado entre a Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos e a Sociedade Semear, com recursos do Fundo Estadual de Recursos Hídricos (Funerh). Os investimentos no Adote um Manancial são da ordem de R$ 419.847,75 e no programa Preservando Nascentes e Municípios, é de R$ 2.426.599.

Participaram do seminário, representantes da Semarh, da Administração Estadual do Meio Ambiente (Adema), do Instituto de Meio Ambiente e Recursos Renováveis (Ibama), da Sociedade Semear e da Universidade Federal de Sergipe.

Por Aldaci de Souza

 

 


 

Comentários