Senadora acusa OAB e MP de omissão

0

A senadora Maria do Carmo não tirou por menos: acusou OAB, Ministério Público e a Comissão dos Direitos Humanos de terem sido omissos durante todo o governo passado no que se relaciona a questão do Cenan. Ela disse que as denúncias de agora têm caráter político. Dos 42 educadores que estão no Cenan, todos eles vieram do governo passado e durante oito anos nada foi feito para melhorar a situação do órgão. Maria do Carmo garante que não existem espancamentos de crianças na instituição, “Lá existe apenas uma clientela problemática”. As declarações da senadora repercutiram na Assembléia Legislativa, durante a sessão de ontem.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais