Sergipano morre após passar mal durante TAF da Polícia Civil do RN

0
(Foto: SSP/SE)

Na última quarta-feira, 1º de dezembro, o sergipano Luan Oliveira Rodrigues, de 29 anos, morreu após passar mal enquanto realizava o Teste de Aptidão Física (TAF) do concurso da Polícia Civil do Rio Grande do Norte (PCRN).

Em nota, a Polícia Civil do RN e a Fundação Getúlio Vargas, banca responsável pela realização do exame, comunicaram que os documentos de Luan, bem como o laudo médico, atestavam capacidade para realizar a prova e que o candidato foi imediatamente socorrido pela equipe médica.

“Nem o aparato existente, integrado por UTI móvel, socorrista, médico e enfermeira, mantido pelos organizadores do processo seletivo, e o pronto atendimento puderam impedir a ocorrência dessa fatalidade”, diz a nota.

Ainda segundo a nota, a Polícia e a banca estão prestando toda a assistência à família enlutada.

Por Luana Maria e Verlane Estácio com informações da PCRN

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais