Sergipe pode estar na rota do tráfico de crianças

0

Foi preso, ontem à tarde, no aeroporto Santa Maria, o casal Miraldina dos Santos (brasileira) e o radiologista André Roda (italiano). A Polícia Federal prendeu os dois quando tentavam carimbar os passaportes, inclusive, o de uma criança com menos de um ano de idade e que já possui dupla nacionalidade.

 

Quando foi abordada, Miraldina, que nasceu em Aracaju mas diz morar na Itália há 15 anos, apresentou a certidão de nascimento da criança, onde consta que ela teria nascido numa casa em Nossa Senhora do Socorro, e não em maternidade. A PF está verificando a possibilidade de haver uma rede de tráfico de crianças para a Itália que passa por Sergipe.

 

A brasileira entrou em contradição quando disse que a criança foi encontrada abandonada em Olindina, na Bahia. Também afirmou ser mulher do italiano, apesar de usar o sobrenome Sciequa, pertencente a outro italiano, que ela diz já ter convivido. O caso foi levado pra a sede da Polícia Federal. A desconfiança, por parte da PF, começou pelo fato de a criança não apresentar nenhuma características dos dois. A situação do casal no Brasil vai ser averiguada pela Justiça Federal

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais