Sergipe teve a 2ª maior taxa de desocupação do país, aponta IBGE

0

A taxa de desocupação no estado de Sergipe chegou a marca de 20,3%, no terceiro trimestre de 2020 (julho, agosto e setembro) e estatisticamente, é considerado estável frente do segundo trimestre (19,8%), segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Porém, Sergipe segue tendo a 2ª maior taxa de desocupação do país, ficando atrás somente da Bahia com 20,7%.

Taxa de ocupação

Sergipe tem atualmente cerca de 779 mil pessoas ocupadas, diante de 198 mil desocupadas. O nível de ocupação chegou a 41,4% apresentando também uma estabilidade frente ao trimestre anterior e queda de 8,8% em relação ao mesmo trimestre do ano passado

A taxa composta de subutilização do trabalho em Sergipe foi de 46,3%, sendo a terceira maior do país. Essa taxa representa o percentual de pessoas desocupadas, subocupadas por insuficiência de horas trabalhadas e na força de trabalho potencial em relação à força de trabalho ampliada.

Já o percentual de empregados com carteira de trabalho assinada era de 62,8% do total de empregados no setor privado, o que representa um total de 209 mil pessoas. Com esse resultado, o estado apresenta o 8º menor percentual de empregados com carteira assinada dentro do setor privado.

Ainda, em relação à taxa de informalidade, Sergipe registrou um percentual de 51,1%, sendo a 7º maior no país.

*Com informações do IBGE

Comentários