Sindicalistas discutem a criação da UGT em Sergipe

0

Nivaldo Fernandes defende a criação da UGT
Sindicalistas estão defendendo a criação da União Geral dos Trabalhadores (UGT), no Estado de Sergipe.  Para discutir o assunto, foi realizada na manhã desta terça-feira, 9, no Cotinguiba Esporte Clube, uma reunião com a participação de representantes de diversos sindicatos, a exemplo do Sindicato dos Servidores no Serviço Público do Município de Aracaju (Sepuma). Para a Central Única dos Trabalhadores (CUT), a UGT é “representa o peleguismo no movimento sindical”.

De acordo com o presidente do Sepuma, Nivaldo Fernandes, “a UGT vai oportunizar aos trabalhadores sergipanos participar de um central cujo poder ou as limitações não haverão de vencê-los”.

O vice-presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT), em Sergipe, Cristiano Cabral, disse respeitar a diversidade de organização da classe trabalhadora, mas enfatiza que “a UGT é uma legítima representante do peleguismo no movimento sindical, atendendo aos interesses dos patrões e governantes”.

A escolha dos representantes da União Geral dos Trabalhadores em Sergipe está prevista para o próximo dia 21 de abril. A UGT é uma organização sindical fundada em 19 de julho de 2007, durante a realização do Congresso Nacional dos Trabalhadores, na capital paulista.

Por Aldaci de Souza

Comentários