Sindicato afirma que sede da PF pode ficar sem energia

0
Pagamento está em atraso, afirma Durvalino Xavier (Foto: Arquivo Infonet)

A sede da Polícia Federal em Sergipe (PF/SE) pode ficar sem energia elétrica em função da falta de pagamento por parte do órgão junto à Energisa. A afirmação é do presidente do Sindicato dos Policias Federais de Sergipe (Sinpefse), Durvalino Xavier.

Ainda segundo Durvalino Xavier, a última parcela foi paga pela superintendência do órgão em Sergipe em outubro de 2014. “Um representante da Energisa esteve na PF no final de janeiro deste ano para suspender o fornecimento, mas a energisa concedeu um prazo para o pagamento”, afirma.

Segundo o Sindicato, caso o pagamento não seja efetivado, serviços essenciais estarão comprometidos. “Isso é gravíssimo porque a suspensão do fornecimento vai gerar o comprometimento de todo os serviços, como o de emissão de passaporte e de investigação, que são feitos mediante internet”, alerta.

PF/SE

O delegado regional de combate ao crime organizado, Daniel Horta, informou ao Portal Infonet que as contas estão pagas e que a situação está regularizada.

Por Aisla Vasconcelos

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais