Sindicato quer imprensa propagando Lei dos 15 minutos

0

José Souza
Numa ‘cruzada’ pelo cumprimento da Lei dos 15 minutos, o Sindicato dos Bancários de Sergipe reuniu a imprensa na manhã de hoje, 1º, em um café da manhã, na sede da entidade, para pedir que os jornalistas sergipanos repercutam para sociedade a importância da execução desta lei.

“Essa é uma batalha contra os bancos. Eles têm lutado para que a Lei não seja cumprida”, disse o presidente do Sindicato dos Bancários, José Souza. Segundo ele, esse encontro com a imprensa visa também lançar uma debate com a população. “Queremos que a imprensa ajude a repercutir o sentido de Lei”.

Para Souza a população aracajuana ainda está descrente com o cumprimento da Lei dos 15 minutos, mas o momento é de “mudar essa atitude”. Ele diz acreditar que ao perceber uma ação dura por parte do poder público na execução da lei, a sociedade começará fazer a parte dela, ou seja, exigir os seus direitos.

Campanha 

De acordo com Souza, a Prefeitura de Aracaju deve iniciar uma campanha de marketing para esclarecer os pontos da Lei dos 15 minutos e lembrou que o Sindicato dos Bancários tem feito sua parte. “Não estamos de braços cruzados. Fomos as agências bancárias esclarecer a população”.

Sobre o agendamento feito pela Caixa Econômica Federal, Souza informou que o Sindicato não é contra, no entanto, a ‘hora marcada’ é uma alternativa e não uma regra a ser seguida.

Para o usuário do serviço bancário que se sentir lesado e desejar denunciar, ele tem até dois dias após o fato para se dirigir à central de atendimento da secretaria, das 8h às 16h, localizada na praça General Valadão. 

Comentários