Sintufs promove ato ‘Banho de sangue’ contra a reabertura do comércio

0

Membros do Sindicato dos Trabalhadores Técnico-administrativos em Educação da UFS realizaram um ato simbólico na manhã desta segunda-feira, 29, no calçadão do centro de Aracaju.

De máscaras, os servidores fizeram um ato utilizando tinta vermelha simbolizando o “Banho de sangue” do trabalhador devido a reabertura do comércio.

De acordo com o coordenador do Sintufs, Wagner Vieira, “A ideia é pressionar o governo pela não abertura do comércio, porque desde que o governo anunciou a abertura, muitos comerciantes abriram as lojas antes do prazo. Com a abertura do comércio mais trabalhadores vão morrer. Quem passa pelo centro, percebe que ele está lotado e com muita aglomeração de pessoas. Com a abertura do comércio, o trabalhador que vai vir a falecer”, lamenta.

Reabertura de parte do comércio

O Governo do Estado esclarece que o início do Plano de Retomada da Economia em Sergipe segue a orientação do Comitê Gestor de Emergência (CGE) e do Comitê de Retomada da Economia (Cogere), formados por membros do Executivo estadual, representantes da Federação dos Empregados no Comércio e Serviços do Estado de Sergipe (Fecomse), do Fórum Empresarial de Sergipe, do Grupo de Líderes Empresariais de Sergipe (LIDE) e da Federação dos Municípios do Estado de Sergipe (Fames).

O Plano é coletivo, depende da atuação de todos, população, setor produtivo e governos municipais e estadual e são baseadas em dados técnicos e científicos a partir da análise do cenário da pandemia no estado. O Estado reforça que os setores do comércio autorizados a reabrirem a partir desta segunda-feira (29), devem seguir, obrigatoriamente, Protocolos Sanitários que propõem combater a disseminação do novo coronavírus. A adesão aos Protocolos Sanitários é premissa para a reabertura de forma segura e gradual.

Os documentos, publicados por meio de portaria pela Secretaria de Estado da Saúde (SES),são específicos para cada setor, preveem fiscalização e ações de monitoramento contínuo coordenadas pelo poder público e os setores produtivos. O governo destaca, ainda, que a fase inicial do Plano, de Bandeira Laranja, inicia com restrição em quatro municípios Grande Aracaju (Barra dos Coqueiros, Aracaju, Nossa Senhora do Socorro e São Cristóvão), que não estão autorizados a abrir salões de beleza, barbearia e estabelecimentos de higiene pessoal, templos e atividades religiosas.

Mortes

Segundo dados da Secretaria de Estado da Saúde (SES), até o momento Sergipe já registrou 605 mortes de pessoas vítimas da Covid-19 e 23.319 casos confirmados.

por Aisla Vasconcelos

 

Comentários