SMTT diz que parquímetros no São José foi pedido da população

0

Bairro São José terá parquímetros
A Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT)confirmou através do seu assessor de comunicação, Jairo Alves, que o bairro São José receberá os novos parquímetros. Essa medida, segundo ele, atenderia aos anseios da população.

“Muita gente tem reclamado através da nossa ouvidoria e sabemos que naquela localidade é real a falta de estacionamento, mas só podemos fazer isso depois de terminar o contrato da Varca Scatena, dia 25 de fevereiro”, informou o assessor.

Jairo também esclareceu que a SMTT, está estudando um novo modelo de parquímetro, para que sejam instalados tanto nos locais que já possuem, como nas imediações de clínicas e hospitais do bairro São José.

Veterinário é contra a implantação
“Já existem equipamentos mais modernas e a SMTT está realizando um trabalho de pesquisa, até mesmo para facilitar a questão de gerenciamento, diminuindo a quantidade de funcionários”, pontuou Jairo.

O assessor também ressaltou que a preocupação do órgão é com a maioria das pessoas. “A comunidade está solicitando, um tipo de estacionamento nessas imediações. A SMTT está atenta a tudo isso e vai estender o parquímetro do centro até o bairro São José, atendendo os anseios da maioria”.

Cidadãos

No entanto, algumas pessoas que diariamente estacionam seus veículos nas ruas do bairro São

Marcela Leonadro discorda do local
José não concordaram com essa nova medida. “Não concordo com essa idéia, aqui já não tem estacionamento, ainda teremos que pagar para estacionar”, falou o veterinário Carlos Eduardo Ferreira de 29 anos.

A publicitária Patrícia Fontes pontuou que essa poderia até ser uma solução para a fluidez do trânsito nos locais próximos aos hospitais, mas para funcionários que passam o dia nos hospitais, seria ruim.

A estudante universitária Marcela Leonardo, também discordou da implantação dos parquímetros próximos a hospitais. “São locais de urgência e emergência, daí a pessoa tem que se preocupar em colocar moedinhas no parquímetro. Não concordo”, pontuou a estudante.

Flanelinhas dizem que serã prejudicados
Quem também não gostou nada da idéia, foram os flanelinhas que trabalham no local, Marcos Antônio Lima e Patrício de Jesus Santos.

“Acho muito errado, primeiro porque vai tirar da gente, que tem família para sustentar e também do povo que vem ao hospital, que não tem hora para sair. Às vezes estão sendo atendidos e corre o risco do carro ser guinchado”, falou indignado, Patrício que trabalha nas proximidades de um hospital no bairro há 10 anos.

Por Alcione Martins e Carla Sousa

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais