SOS emprego pede apoio da OAB após assassinato de líder

0

SOS Emprego solicitou apoio da OAB (Fotos: Portal Infonet)

 Valéria Aparecida, cunhada do ‘Barriga’, diz se sentir ameaçada 

Os membros do movimento SOS Emprego estiveram na tarde desta segunda-feira, 18, na sede da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), para solicitar o apoio da instituição após o assassinato do líder do movimento, Clodoaldo Santos Melo [conhecido como Barriga], ocorrido na última quinta-feira, 18.

De acordo com o presidente da OAB, Henri Clay Santos, a instituição não medirá esforços para apoiar o movimento. “A OAB está absolutamente solidária a este movimento. Será a casa em que este movimento terá voz para ecoar aos quatro cantos, e terá o apoio jurídico e institucional para todas as lutas possíveis e legitimas pelo emprego”, afirma.

Segundo ele, a OAB irá cobrar do estado uma ação rápida para desvendar o crime. “Nós, juntamente com todos os trabalhadores envolvidos neste movimento e os familiares de Barriga, estamos a exigir do Governo do Estado uma investigação rápida e eficiente para que se possa desvendar esse crime bárbaro covarde, identificar os seus autores e puni-los nos rigores da lei. O movimento se depender da OAB vai continuar e agora com mais força”, declara.

Medo

Após o assassinato, os familiares do líder do movimento, revelaram que tem visto carros rondando suas casas e se sentem ameaçados. Uma destas pessoas é Valéria Aparecida, cunhada do ‘Barriga’. “Estamos nos sentindo ameaçados, tem carros rondando nossa casa, e nós queremos proteção e solução desse caso. Que a justiça seja feita e que o estado cumpra o seu papel. Nos esperamos que a OAB cobre do estado uma solução e esses mandantes e assassinos sejam presos”, solicita.

Por Yago de Andrade e Aisla Vasconcelos

Comentários