SSP apresenta acusados por crime motorista Coopertalse

0
Jeferson Tibúrcio/Jeferson Siqueira apresentados pela delegada de Itaporanga (Fotos: Portal Infonet)

A delegada de Itaporanga D’Ajuda, Mariana Amorim apresentou na tarde desta segunda-feira, 17, os acusados pelo crime que tirou a vida do motorista da Coopertalse, Adauto Arcanjo dos Santos, 36, dentro do microonibus no último dia 20 de Junho. Jeferson Tibúrcio dos Santos, 18, confessou o crime, enquanto Jeferson Siqueira da Silva, 27, negou.

De acordo com a delegada, estava de plantão em Estância com a equipe de policiais e assim que tomou conhecimento do crime, foram até a cidade de Itaporanga e começaram a fazer as primeiras investigações.

Mariana Amorim: "Sustentamos a afirmativa do latrocínio"

“A gente observou que na localidade haviam algumas câmeras em algumas casas comerciais e no prédio da Prefeitura; a população nos passou através de informes não oficiais, qual seria a moto e começamos o trabalho de garimpagem até chegarmos na identificação dos dois ‘Jefersons’ como sendo os autores do crime. Em relação ao Jeferson Siqueira, ele foi preso inicialmente não por esse fato, saiu um mandado de prisão anterior, por vários roubos de motos e invasão de sítios e chácaras [algumas das vezes junto com Jeferson Tibúrcio] e conseguimos prendê-lo há dez dias. Nesse meio tempo, na última sexta-feira, saiu o mandado de prisão dele e quando a gente conseguiu fechar a investigação sobre o crime, representei sobre a prisão dos dois e saiu a prisão pelo latrocínio”, destaca a delegada.

Confissão

Jeferson Tibúrcio teria sido o autor do disparo na cabeça do motorista

Mariana Amorim contou ainda ter se reunido com a Polícia Militar e informamos ter esse mandado de prisão. “As duas polícias se uniram e do sábado, 15 para o domingo, 16, a militar tomou conhecimento de que o Tibúrcio estava numa festa em Itaporanga e ligou para saber se já tínhamos o mandado, eu confirmei e autorizei a prisão. Que foi feita. Hoje pela manhã quando eu conversei com ele, confessou realmente que foi ele quem cometeu o crime, disse que estava com uma pessoa, mas não vai dizer o nome”, destaca.

Motivação

Jeferson Tibúrcio alegou segundo a delegada, que o motorista Adauto Arcanjo dos Santos teria dado em cima de uma namorada dele e ele estava arquitetando o crime há muito tempo. “Mas, assim que ficamos sabendo disso, fomos atrás dessa namorada e ela negou dizendo que nem conhecia esse motorista do ônibus e que ela não tem nada a ver com isso e ele nunca comentou nada com ela, então a gente sustenta a afirmativa de latrocínio e não de homicídio e coincidentemente houve um roubo antes da morte do motorista que teria sido cometida pelo Jeferson Tibúrcio. Então a gente crê que ele tentou assaltar o motorista acreditando que ele estava com renda do dia anterior, já que não tinha passageiro, só que esses ônibus modernos travam a porta. O motorista acionou o sistema de travação e jogou o ônibus por cima deles, foi quando houve o único disparo provocando a morte”, diz acrescentando que não conseguiram levar nenhum dinheiro até porque não conseguiram entrar no ônibus.

Comparsa

Jeferson Siqueira teria sido o condutor da moto

Adauto Arcanjo estaria começando o dia de tabalho quando foi abordado

As investigações são de que Jeferson Siqueira estaria pilotando a moto. “A gente acredita que o Jeferson Siqueira é quem estaria conduzindo a moto, já que o outro em momento algum não inclui e nem exclui a participação dele e vários disques-denúncias, a população e as câmeras apontam que os dois estariam juntos na noite do crime”, complementa Mariana Amorim.

Após ter sido atingido com o tiro na cabeça, o condutor do microonibus perdeu o controle do veículo e colidiu em uma árvore.

Por Aldaci de Souza

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais