SSP descarta envolvimento do PCC em rebelião

0
Rebelião ocorreu dia 14 deste mês (Foto: Gerliano Brito/Facebook)

A Secretaria de Segurança Pública (SSP), através da assessoria de comunicação, afirmou que a rebelião ocorrida no dia 14 deste mês no presídio de regional Juiz Manoel Barbosa de Souza no município de Tobias Barreto, não contou com envolvimento de integrantes do Primeiro Comando da Capital (PCC).

Segundo o assessor da SSP, Sérgio Freire, a motivação da rebelião ocorreu por conta da suspensão das visitas. “O envolvimento do PCC já foi descartado, isso não existe. A causa foi por conta das visitas e da diminuição do efetivo dos agentes que estavam em greve”, diz.

Corpo carbonizado

Sobre a morte do detento Manoel dos Santos Ferreira, 34 anos, natural de Penedo/AL que teve o corpo carbonizado dentro do presídio, o assessor da Secretaria de Justiça (Sejuc), Marinho Tiba, informou que até o momento não há informações de quem teria cometido o crime. “A criminalista estava trabalhando até agora nesse caso e não obteve resultados oficiais para passar. Até o momento, ninguém assumiu a autoria do crime e nem da rebelião”, diz.

*A matéria foi alterada às 19:06 para acréscimo do nome do detento carbonizado

Por Aisla Vasconcelos

Comentários