SSP divulga resultados de operação especial em Sergipe

0
Polícia apresenta presos à imprensa (Fotos: Portal Infonet)

Uma pessoa morreu e outras 28 foram presas em operação especial desenvolvida conjuntamente pelas polícias civil e militar, tendo como alvo o combate ao tráfico de drogas. A operação foi deflagrada na terça-feira, 11, após cerca de dois meses de investigações de denúncias feitas pela população pelo disk denúncia, o serviço de telefonia que recebe as informações da comunidade através dos números 181 e 190.

De acordo com informações da delegada Katarina Feitoza, superintende da Polícia Civil, cerca de 70% dos mandados de busca e apreensão foram cumpridos com êxito nos municípios sergipanos. “A polícia civil sempre trabalhou bem, mas hoje a população está participando mais, denunciando”, considerou.

Como consequência desta participação mais efetiva da população, conforme observou a delegada, a atuação da Secretaria de Estado da Segurança Pública se tornou mais simples para combater o tráfico de pequeno porte. Ela promete que a SSP será intolerante com o tráfico de drogas, seja de pequeno, médio ou de grande porte.

Katarina Feitoza: apoio da população

Conforme o balanço da SSP, além das prisões dos suspeitos que foram autuados por tráfico de drogas e porte ilegal de arma, a operação culminou com a apreensão de sete quilos de maconha, 30 ampolas contendo cocaína, cerca de 400 gramas de crack, sete mil ampolas vazias que deveriam ser usadas para armazenar cocaína, quatro veículos com restrição de roubo e furto, três balanças de precisão usadas para pesar a droga comercializada, armas e coletes balísticos, supostamente roubados em assaltos a vigilantes.

Os 28 suspeitos foram apresentados à imprensa na manhã desta quarta-feira, 12. Todos negam envolvimento com o crime, apesar da maioria permanecer silenciosa durante a apresentação no Quartel Geral da Polícia Militar.

Morte

A operação mobilizou 100 policiais civis e militares, que concentraram as ações em Aracaju, Barra dos Coqueiros, Nossa Senhora do Socorro, São Cristovão, Propriá, Estância, Carira e Lagarto. Segundo a SSP, um dos suspeitos, identificado como José Wesley Dias, 30, conhecido com Nem, morreu em confronto com a polícia em uma localidade conhecida como Ponta de Areia, no município de Estância.

Coronel Iunes: novos armamentos

A SSP informa que o acusado recebeu os policiais com tiros de arma de fogo. No cerco, o suspeito foi baleado, chegou a ser encaminhado para o hospital regional de Estância, onde já chegou morto. Conforme informações do delegado André David, regional de Estância, o suspeito estava armado com uma pistola de calibre 22.

O coronel Maurício Iunes, comandante geral da Polícia Militar, informou que novas ações serão desencadeadas nos próximos dias como medida de repressão ao tráfico de drogas. Ele anunciou que a PM está adquirindo novos armamentos ainda este mês para municiar a tropa para combater a ação de traficantes no Estado.

O coronel Iunes não mencionou, mas a assessoria de comunicação da Secretaria de Estado da Segurança Pública deu ênfase ao anúncio feito pelo governador em exercício, Jackson Barreto, para publicação de edital, no mês de setembro deste ano, para abertura de concurso público para preenchimento de 600 vagas para soldado e outras 32 para a polícia técnica.

Por Cássia Santana

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais