SSP e OAB se juntam para combater corrupção

0

O presidente da OAB/SE, Carlos Augusto Monteiro Nascimento, recepcionou a cúpula da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) em visita de cortesia à entidade. Na oportunidade, os delegados de polícia externaram apoio à iniciativa da OAB/SE em criar no Estado de Sergipe o Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral, que conta com a parceria da Igreja Católica, através do Conselho Nacional do Laicato do Brasil (Conal), e do Conselho Regional de Contabilidade (CRC). O encontro ocorreu na última quinta-feira, 26.

Estiveram na sede da OAB/SE, os delegados João Batista, superintende da Polícia Civil, Katarina Feitosa, coordenadora das Delegacias da Capital, Carlos Frederico Muricy, corregedor da Polícia Civil, Jonatas Evangelista, representando a Coordenadoria das Delegacias do Interior, Alessandro Vieira, do Departamento de Atendimento a Grupos Vulneráveis, e Abelardo Inácio, diretor da Academia de Polícia (Acadepol). Na OAB/SE, o grupo também foi recepcionado pelo presidente do Conselho Regional de Contabilidade, Aécio Prado Dantas Júnior, e pelo vice-presidente do Conal, Ricardo Lima.

O superintendente da Polícia Civil, João Batista, fez uma explanação sobre os objetivos da visita, destacando a importância da SSP se somar ao Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral. “Nossa ideia é nos somarmos à OAB nesta luta no combate à corrupção eleitoral para termos um pleito tranquilo”, ressaltou o superintendente, informando ao presidente Carlos Augusto que a Polícia Civil no Estado dispõe de autonomia para atuar com independência durante todo o processo eleitoral.

O superintendente voltou a falar sobre o atentado praticado por pistoleiros contra o desembargador Luiz Mendonça, presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), ocorrido na semana passada que deixou gravemente ferido o PM Jailton Batista Pereira, que no momento dirigia o veículo que conduzia o desembargador. Ao se referir ao atentado, o superintende da PC  ratifico a postura da SSP e do próprio desembargador ao desvincular a ação criminosa ao processo eleitoral. “Com certeza, Sergipe manterá a tradição de termos umas eleições tranquilas, independentemente daquele episódio, que foi um caso isolado”, enalteceu Batista. “Se tivermos o apoio da OAB e das entidades envolvidas neste Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral, com certeza não enfrentaremos problemas nestas eleições”, conceituou.

O presidente da OAB/SE, Carlos Augusto Monteiro Nascimento, fez uma explanação sobre os objetivos do Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral, informando que as entidades envolvidas já estão traçando uma linha de ação que possa não apenas recepcionar denúncias de práticas que caracterizem crime eleitoral, mas também de se estabelecer uma forma de atuação pedagógica para que estas práticas sejam evitadas e que a comunidade compreenda o verdadeiro sentido e importância da escolha dos seus representantes no âmbito dos Poderes Executivo e Legislativo.

As entidades parcerias também demonstraram satisfação com o encontro. “A vinda da Polícia Civil dará efetividade ao Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral”, ressaltou o presidente do CRC, Aécio Prado. “É uma união importante para que possamos efetivamente combater este mal, que é a corrupção eleitoral”, resumiu o vice-presidente do Conal, Ricardo Lima.

O presidente Carlos Augusto Monteiro Nascimento acompanhou o grupo, apresentando o interior do Palácio da Cidadania ( instalado em prédio histórico, onde funciona a sede da administrativa da OAB/SE) e também o Memorial da Advocacia e da OAB/SE, que ocupa o Salão Nobre e o segundo pavimento do imóveis, contendo importantes documentos que registram a atuação de históricos advogados e da OAB/SE, em seus 75 anos de existência em Sergipe, em defesa da cidadania e do estado democrático de direito.

Fonte: Ascom/OAB

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais