SSP inicia operações preventivas nos limites do Estado na semana do Pré-Caju

0

Uma operação das Polícias Civil e Militar de Sergipe reuniu dezenas de policiais na noite desta quarta-feira, 20, e na madrugada desta quinta-feira, 21, com o intuito de prevenir a entrada de drogas, armas e pessoas suspeitas no Estado. Esse tipo de operação vai acontecer nas principais vias de acesso ao Estado durante o período do Pré-Caju, com a finalidade de fortalecer o policiamento ostensivo e preventivo para prevenir a entrada de pessoas portando armas e drogas no Estado. A Operação se concentrou nos municípios de Indiaroba, Cristinápolis e Malhada dos Bois, respectivamente nas entradas sul, centro e norte de Sergipe.

Na região Sul, os policiais usaram como base o Posto PRV-6 coronel Aloísio Santana, porta de entrada para quem vem a Sergipe pela linha verde. Dezenas de carros de passeios, ônibus convencionais e de turismo, caminhões, motocicletas e pessoas foram abordados e tiveram sua documentação e pertences pessoais vasculhados.

De acordo com o delegado Jonathas Evangelista, coordenador operacional das delegacias do interior, as operações vão continuar com força máxima até o próximo domingo com o objetivo de combater a entrada de entorpecentes para a capital sergipana, que sedia neste final de semana a maior prévia carnavalesca do país: o Pré-Caju.

Nas mais de cinco horas de operação, a quantidade de pessoas que cruzavam a divisa com destino a Aracaju impressionava. Um ônibus da Linha Salvador/Aracaju, da empresa Bomfim, estava lotado no momento que foi abordado. Apesar do incomodo necessário, os passageiros cooperaram com o trabalho da polícia e foi, inclusive, muito elogiado pelo recepcionista Íris Luis Guimarães.

”Este tipo de trabalho não me constrange, ao contrário, se a polícia baiana fizesse este tipo de serviço durante o Carnaval, talvez o número de drogas que entre na Bahia fosse menor e a violência certamente não seria tão alta”, elogiou Íris, que é sergipano de São Cristóvão, mas mora e trabalha em Salvador há dois anos. 

Além de vistorias nas bagagens, os policiais também conferiam documentos pessoais no intuito de encontrar foragidos da Justiça. Outra medida de bastante eficácia foi a aplicação da chamada Lei Seca. O pernambucano de Garanhus Vagner Janduyr Cosme Vieira estava em companhia de mais quatro colegas quando seu veículo Gol foi parado pelos policiais da Companhia de Polícia Rodoviária Estadual (CPRv).

No momento da vistoria, os militares encontraram um litro de uma garrafa de uísque pela metade dentro do carro. Os policiais não tiveram dúvida e solicitaram que Vagner fizesse o teste do etilómetro, popularmente conhecido como o teste do bafômetro. Para não ser considerado embriagado o resultado do exame deve ser de no máximo 0,29, mas o diagnóstico foi de 0,40. De posse do resultado, os policiais recolheram a Carteira Nacional de Habilitação de Vagner e o conduziram até a Delegacia Plantonista em Estância para ser lavrado o flagrante.

O delegado Jonathas explicou que nesses casos a CNH é recolhida e o documento fica com o Detran, que pode cassar o direito de dirigir de Vagner por até dois anos. “A Lei também concede ao delegado o poder de arbitrar uma fiança para liberá-lo da prisão”, disse.

Veículos irregulares 

A operação não conseguiu apreender entorpecentes, mas culminou com um elevado número de condutores notificados por atraso no licenciamento e até mesmo por não portar os documentos obrigatórios. Este foi o caso de Jutai Teixeira Pimentel, que não estava com os documentos originais no momento da abordagem e foi multado.

De acordo com dados com dados da CPRv, é muito fácil multar alguém em Sergipe por atraso no licenciamento obrigatório do veículo. Segundo o major Carlos Rolemberg, 33% da frota total de veículos do Estado estão com o licenciamento atrasado. O oficial lembra que outro problema muito corriqueiro nas rodovias estaduais durante todo o ano é o elevado número de animais soltos na pista.

Em pouco mais de uma hora, os policiais apreenderam oito cavalos e jumentos soltos na rodovia SE-100 na noite desta quinta-feira. “Esses animais são enviados para o curral da Prefeitura de Aracaju, mas ficam condenados a nunca mais saírem de lá porque os donos não têm interesse em reavê-los”, explicou o major, lembrando que 209 policiais estão trabalhando em todo o Estado até o próximo domingo.

Para a delegada Viviane Jardim, titular das delegacias de Indiaroba e Santa Luzia do Itanhy, o trabalho foi muito proveitoso porque além de enfocar a prevenção teve um cunho totalmente educativo. “Entregamos panfletos onde orienta os turistas com dicas de segurança no circuito do Pré-Caju, além de mostrar um mapa da passarela da alegria com os pontos onde a polícia se fará presente”.

Arma apreendida

Os policiais que estavam na BR-101, na altura do Posto da Polícia Rodoviária Federal do município de Cristinápolis, foram comunicados por populares de que um homem estava efetuando disparos em um bar do povoado Cardoso, município de Tomar do Geru. Os policiais foram ao local e constaram que Edvaldo Cardoso dos Santos estava armado com um revólver calibre 38 e com algumas munições deflagradas.

Conforme o delegado Alexandre Felipe, o acusado foi conduzido a Delegacia de Cristinápolis onde ficará preso pelo crime de porte ilegal de arma de fogo.

Comentários