SSP nega suposta lista de autoridades marcadas para morrer

0

A lista está sendo atribuída ao fugitivo Floro Calheiros / Foto:Arquivo Portal Infonet
Oficialmente a Secretaria da Segurança Pública (SSP), nega a existência de uma suposta lista com nomes de autoridades sergipanas que estariam sendo ameaçadas de morte, mas na manhã desta segunda-feira, 11, o deputado estadual Gilmar Carvalho afirmou durante seu programa de rádio que sabia da existência da lista e que não iria falar sobre o assunto a pedido da própria Secretaria da Segurança Pública (SSP).

De acordo com informações que circularam na imprensa sergipana, na lista constam nomes de um deputado estadual, um radialista, um desembargador, duas juízas e um procurador de Justiça.

O assessor de comunicação da SSP, Lucas Rosário, afirmou que a secretaria tem conhecimento apenas de ameaças envolvendo o radialista Gilmar Carvalho.

“Temos conhecimento através do serviço de inteligência da SSP que têm pessoas interessadas em matar Gilmar Carvalho, enquanto radialista. Existem investigações que não são divulgadas, mas a secretaria nega qualquer lista envolvendo o fugitivo Floro Calheiros”, esclareceu Lucas.

A lista que foi divulgada na imprensa seria atribuída ao agiota Floro Calheiros, que em 2008 fugiu do Hospital São Lucas, e não foi recapturado. Segundo informações policiais além das autoridades sergipanas, constam na lista 17 pessoas, sendo que 11 estariam mortas.

Por Kátia Susanna

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais