Sukita: advogado aciona Justiça Federal contra exposição

0
Emanuel Cacho (Foto: Arquivo Portal Infonet)

O advogado criminalista, Emanuel Cacho, está tomando as providências junto à 6ª Vara da Justiça Federal, na cidade de Itabaiana, quanto ao que entende se tratar de uma exposição desnecessária do seu cliente, o ex-prefeito de Capela, Manoel Sukita (PSB).

Na defesa de Sukita desde esta quinta-feira, 5, Emanuel Cacho conversou com a reportagem do Portal Infonet na tarde desta sexta-feira, 6 e informou estar estudando o processo.

“Já comecei a avaliar o processo. Mas, antes estou providenciando pedido de providências à Justiça Federal quanto ao abuso, a toda essa exposição desnecessária de Sukita, no que se refere às fotos em que aparece com a cabeça raspada e a forma como a esposa Silvany Yanina Mamlak, e a irmã dele, Clara Miranir Santos, foram recebidas no Presídio Feminino”, ressalta.

Emanuel Cacho disse ainda ser inaceitável que as duas tenham dado entrada no presídio em meio a uma greve.

“Não justifica que elas tenham sido levadas a um presídio em que esteja havendo greve de agentes penitenciários e princípio de rebelião. E é isso que estamos contestando junto à Justiça Federal”, destaca acrescentando que inicialmente está fazendo a defesa apenas de Sukita, mas dando um apoio quanto ao problema enfrentado pela esposa e irmã do cliente.

Emanuel Cacho acrescentou que na próxima semana já deverá ter novidades sobre a defesa de Sukita, preso na última terça-feira, 3, acusado de praticar crimes, a exemplo da lavagem de dinheiro. Ele foi levado juntamente com o ex-secretário de Finanças de Capela, Edvaldo dos Santos, para o Complexo Penitenciário Jacinto Filho (Compajaf).

Por Aldaci de Souza

Comentários