Suspeito de tráfico oferece dinheiro a delegado

0
Segundo o delegado Hercos, o suspeito ofereceu R$ 10 mil (Foto: SSP/SE)

A Polícia Civil do município de Itabaiana, sob a coordenação do delegado Marcelo Hercos, prendeu Paulo Alves Machado, 48 anos, conhecido por "Paulo Visage", apontado como um dos principais traficantes da região.

A prisão aconteceu na casa de Paulo onde os agentes encontraram 200 pinos contendo cocaína e R$ 200,00 em cédulas de baixo valor. "Ele afirmou que cobrava R$ 30,00 por cada cápsula", destacou Hercos.

Ainda segundo o delegado, o traficante ofereceu no primeiro momento R$ 10 mil pela sua liberação e posteriormente R$ 15 mil. Ele foi preso em flagrante e responderá, também pelo crime de corrupção ativa.

Mais prisões

Ainda na cidade de Itabaiana o Setor de Roubos e Furtos da Polícia Civil prendeu Daniela Oliveira Santos, 28 anos, e Ângela Oliveira Santos, 31 anos. Segundo a polícia elas são companheiras de dois jovens, de 17 anos, que também foram apreendidos pelos crimes.

"Na semana passada houve um roubo a um mototaxista sendo que dois menores, sendo um de 17 e uma menina de 13 anos, pediram uma corrida e levaram a vítima para um local onde outro menor os aguardava de posse de um revólver calibre 38 e de balaclava", explicou Marcelo Hercos.

Após um Disque-Denúncia (181) foi informado a localização onde os jovens estavam. Os policiais foram então até a rua São Domingos e lá encontraram um dos menores que já havia sido apreendido há um mês por roubo a residência. Com ele foi encontrado a arma de fogo e a balaclava utilizados no assalto ao taxista.

A arma estava escondida com Daniela Oliveira que foi presa pelo crime de posse ilegal de arma e associacão criminosa. O outro menor foi apreendido quando estava em uma borracharia consertando uma motoneta roubada. A vítima do veículo reconheceu os dois jovens como autores do crime bem como também o taxista.

Ainda foi recuperada outra motoneta com restrição de roubo que estava na casa do menor preso na borracharia. A mulher dele, Ângela Oliveira, afirmou ser a dona do veículo. Ela então foi presa pelo crime de receptação e associação criminosa. "A menina usada pela quadrilha para convencer o taxista vítima é filha da Ângela. A adolescente afirmou que participou do crime a mando da própria mãe", destacou Marcelo Hercos. Angela vai responder por associação criminosa, corrupção de menores e roubo majorado.

Fonte: SSP/SE

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais