Tânia comenta “Lei dos 15 minutos”

0

Ontem, durante a sessão ordinária da Câmara dos Vereadores de Aracaju, a vereadora, Tânia Soares (PCdoB), fez uso da tribuna para comentar a sanção do decreto que regulamenta a lei municipal 2.636, que determina que os clientes de bancos esperem por atendimento nas filas das agências por um período máximo de 15 minutos. O decreto foi assinado pelo prefeito de Aracaju, Marcelo Déda, na última quarta-feira. 

A vereadora lembrou que o decreto foi inspirado em um outro projeto de sua autoria e que além de regulamentar a lei, cria a Coordenadoria Municipal de Defesa dos Direitos do Consumidor, vinculada à Secretaria Municipal de Finanças (Sefin). “Diante de um lucro enorme os bancos podem e devem sim investir para atender bem o cliente”, opinou Tânia.

Contudo, as expectativas da parlamentar vão além do fato de a lei vir a possibilitar um atendimento mais ágil aos clientes. Ele espera ainda que o decreto possa abrir novos postos de trabalho no setor.  “Nos últimos anos milhares de bancários foram demitidos. Em 95 Sergipe possuía 5900 bancários, atualmente o estado possui pouco mais de 2500. A automação não resolveu a vida dos clientes que continuam enfrentando filas e infelizmente fechou diversos postos de trabalho gerando problemas nas vidas dos trabalhadores”, explicou a vereadora.

 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais