Taxistas clandestinos realizam manifestação na PMA

0

Taxistas clandestinos realizam manifestação na PMA (Fotos: Portal infonet)

A calçada do Centro Administrativo Prefeito Jose Aloísio Campos, sede da Prefeitura de Aracaju (PMA), foi movimentada, na manhã desta quinta-feira, 16, por 300 taxistas clandestinos que circulam na capital. De acordo com o presidente da Cooperativa de Transporte Alternativo do Bairro Santa Maria (Cooptasmar), Claudio Santana, a ação se dá pela aplicabilidade da Lei 5.735/02, que garante a algumas cooperativas de táxi o direito de trazer, através do sistema de fretamento, passageiros do interior do Estado com destino à Aracaju.

“Queremos dialogar com o prefeito João Alves Filho, na perspectiva de regularizar o transporte alternativo de passageiros. Por isso, representantes de diversas cooperativas estão aqui depois de terem participado de várias reuniões com secretários municipais. Contudo, as fiscalizações estão ocorrendo, com apreensões de veículos, o que não gostaríamos que acontecesse até que negociações fossem feitas”, ressaltou Santana, que mantém cadastrados 140 taxis lotações.

Presidente da Cooptasmar, Claudio Santana

O presidente da Cooptasmar, assim como o da Associação Beneficente de Cooperativas do Estado de Sergipe, Carisvaldo de Jesus, almeja que todas as cooperativas tenham autorização para manter taxis lotações na ativa, bem como veículos doblôs que oferecem serviços de lotação, sem que corram perigo de receber multas a serem aplicadas pela Superintendência Municipal de Transporte e Transito (SMTT).

Nova manifestação

“Outras medidas foram lançadas para inibir a aplicabilidade da Lei 5.735/02 e a nossa intenção é dispor de recursos que combatam os impedimentos, já que esse serviço alternativo é usado por cidadãos que decidem por outro meio de locomoção, mas que pagam suas passagens devidamente”, declarou Carisvaldo de Jesus, assegurando convocar os manifestantes para uma nova ação a ser realizada na próxima segunda-feira, 20, a partir das 6h30, também no Centro Administrativo Prefeito Jose Aloísio Campos.

Líderes do movimento foram recebidos por agentes da SMTT e Guarda Municipal

Agentes da SMTT e da Guarda Municipal de Aracaju receberam os manifestantes e informaram que, em virtude do falecimento da irmã do prefeito João Alves Filho, os condutores não seriam recebidos pelo gestor ou por secretários municipais. Em virtude da informação, a ação foi interrompida e os manifestantes decidiram por se retirar da calçada da sede da prefeitura. Mesmo mantendo expediente normal nesta quinta-feira, 16, a assessoria de comunicação da PMA informou à equipe do Portal Infonet que não se manifestará sobre o assunto até que a dinâmica da PMA seja normalizada.

Por Nubia Santana 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais